sábado, 16 de novembro de 2013

aldeias de trás de serra

Depois de passar em Malhada do Rei seguimos pelo Caminho Municipal 1504 até Vidual de Cima, ao lado do cemitério apanhámos a Estrada Municipal 547 seguindo ao longo da Barragem de Santa Luzia até Vale Grande atravessando depois por baixo do paredão da barragem o rio Unhais que no seu longo percurso atravessa a sede de concelho Pampilhosa da Serra indo desaguar na barragem do Cabril em Pedrógão Grande.
Depois de atravessar o rio subimos a encosta e entrámos na Nacional 344 que liga a Portela de Unhais á Nacional 112  Castelo Branco-Coimbra.
A meio do percurso parámos na Portela do Armadouro e aproveitámos para fazer uma visita mais demorada ao Armadouro






 uma localidade  pertencente à freguesia de Cabril, município de Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra.
Se não sabem ficam a saber, foi aqui que  nasceu o cantor  Tony Carreira. oriundo de uma vasta familia de emigrantes alguns dos quais com quem privei e foram meus amigos
Esta povoação está situada a sudoeste da sede de freguesia, a uma altitude de aproximadamente 700 metros, numa ligeira depressão entre duas portelas: uma que dá para o Cabril e a outra para as terras de Janeiro de Baixo.
 De acordo com o quadro demográfico da freguesia, este agregado manteve sempre o segundo lugar no que respeita ao número de residentes. Uma das características dos seus naturais foi, desde sempre, a sua comprovada aptidão para o comércio, mais tarde alargada à construção civil, capacidades estas, porventura compensadoras da carência de linhas de água e solo apto para a lavoura
. O Armadouro encontra-se hoje beneficiado em termos de vias de comunicação. Mas é justo recordar as dificuldades por que passou outrora este povo na sua ligação com a sede de freguesia, não só pelo distanciamento como também pela difícil travessia do rio Unhais, no inverno, quando o caudal das águas não permitia a passagem a vau. Após muita insistência e justas queixas, o problema foi resolvido com a construção de uma nova ponte, em substituição da que outrora havia existido, de madeira. Infelizmente, também esta prima pela fragilidade e ausência de dimensões adequadas
.
É notório o grande desenvolvimento urbano actualmente verificado nesta terra. Possui cemitério, escola primária e uma capela em honra de Nosso Senhor dos Milagres, com festividade a 6 de Agosto. A recente instalação de lagar de azeite. de elevada tecnologia, constitui mais um elemento de valorização desta aldeia.


Sem comentários: