Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Paro para pensar e começar a sentir

A meio do caminho calcorreando montes e vales em recordações de uma vida inteira cheia de coisas boas,,menos boas, mas tambem ruins

Parei para rever os meus conceitos, e o que  realmente importa e perceber que fazemos algo para agradar  aos amigos e ao mundo, e percebi que são os que ficaram, os que foram, na verdade, só estavam de passagem...Então parei e fiquei  observando todo este roteiro de longe.
 Tudo o que pude pensar foi em todos vós meus amigos e visitantes do blogue, e queria ser com ele,um motivo interessante para vós todos os dias, todas as horas. Esse pensamento egoísta fez me ver que contando o blogue com muitas centenas de milhar de visitantes, os comentários não aparecem.
Um motivo muito importante para nos dar força e vontade de continuar, é sentir que os meus amigos têm uma palavra de encorajamento, deixando um pequeno e simples comentário em cada página que visitam.
Se assim for fiquem com a certeza que eu cá estarei para vos ir mostrando ou avivando as vossas memórias sobre as nossas/vossas aldeias
Espero que comentem
Abraço a todos

1 comentário:

Luantes Luis Antunes disse...

Tenho que ser eu o primeiro a colocar aqui um comentário para mostrar a minha estranheza de não ver por outros comentaristas
e isso é mau sinal
Concerteza estão fartos de vir aqui e querem que eu acabe com isto
pois talvez lhes faça a vontade