terça-feira, 4 de junho de 2013

Pereiro uma aldeia da Beira Baixa

                                             O Pereiro é uma aldeia Portuguesa
                                                      da Beira Baixa concerteza

Pereiro de Mação, é uma tipica aldeia do concelho de Mação  distrito de Santarém e embora pertencendo ao distrito de Santarém é uma aldeia da Beira
Eu creio que deve haver por aqui qualquer coisa que não bate bem, pois Santarém é uma cidade ribatejana e Mação é uma vila do Distrito de Castelo Branco, mas enfim isso é areia de mais para a minha camioneta
Há mais ou menos  dois anos  em 2011 quando me deslocava na A23 resolvi sair no cruzamento com a estrada Nacional 244, se voltasse á esquerda iria para Ortiga mas como virei á direita fui na direção de Mação e ao atravessar a vila reparei na publicidade a uma festa no Pereiro Festa de Nossa Senhora da Saude padroeira da aldeia, deparei me com um cenário espetacular
Largo da Venda
As ruas e praças estavam tipicamente engalanadas com flores de plástico em variadissimas cores tudo feito artesanalmente pelas gentes da aldeia.
Rua da Tapada
E segundo me disseram há mais de duas décadas que o povo da aldeia começou a engalanar as suas ruas no dia da padroeira da terra
Procissão da Senhora sa Saude
E para ajudar a fazer face a todas estas despesas realiza se o peditório da manta, trata se de uma manta transportada por raparigas da terra que percorrendo as ruas dão oportunidade aos moradores de depositar os seus donativos para a ajuda financeira á festa
Rua Nossa Senora da saude
O Pereiro uma airosa aldeia beirã rodeada de montes é terra de tradições que continuam vivas na maneira de viver deste povo
Festival do caracol promovido pela Associação do Pereiro
Ficheiro:Panela de caracóis- Pereiro de Mação.jpg
Outra das tradições da aldeia do Pereiro que vem permanecendo ao longo dos tempos é a apanha da azeitona. Normalmente ocorre no início de Novembro e o dia de Todos os Santos (1 de Novembro, dia de feira na sede do concelho) costuma ser o ponto de referência no tempo para este trabalho. As famílias costumam combinar.Ficheiro:Apanha da azeitona....jpg
No Pereiro ainda existe a tradição de fazer levantar o pessoal ao toque do búzio , por volta das 6,30 horas e lá vão os "ranchos" a caminho dos olivais. A apanha da azeitona é toda manual.
Depois dessa tarefa inicial, a azeitona é limpa de todas as impurezas, é ensacada e levada para o lagar. Regra geral, toda a gente da aldeia entrega a sua azeitona no lagar de azeite do Pereiro.Ficheiro:Ensacar a azeitona, em 2012 (foto Nélio Gaspar).jpg
                                             (foto Nélio Gaspar)

Regra geral, toda a gente consegue azeite para a família mais chegada, para o ano inteiro. Este facto, aliado à grande qualidade do azeite obtido no lagar desta aldeia, fazem com que as pessoas voltem a ganhar força de vontade e renovem energias para a próxima campanha
Vindimas
Ficheiro:Uns colhem as uvas, outros transportam-nas para o tractor...é ano de boa produção....jpg
Os residentes avisam quem mora fora de que as uvas estão maduras e é hora de fazer a vindima. As famílias combinam o dia, aprontam o vasilhame e a adega e lá partem eles a caminho das vinhas. Colhidos os cachos, regressam a casa, ou às adegas e trata de pisar as uvas
Lagar de azeite 
Ficheiro:AS PRENSAS EM FUNCIONAMENTO....jpg
O Pereiro .possui um lagar de azeite, propriedade de um grupo de pessoas, onde a quase totalidade das gentes da terra entrega a sua azeitona para que ali seja moída. Muitos olivicultores de outras terras também deixam a sua azeitona neste lagar, cientes da confiança que depositam no mestre lagareiro para obterem o ..."melhor azeite da região", segundo dizem os entendidos no assunto...
Fonte centenária 
Ficheiro:Fonte centenária do Pereiro de Mação.JPG
A fonte centenária faz parte do património da aldeia. Há cerca de 50 anos era o único local de abastecimento de água potável da aldeia. A água era transportada e guardada em casa em cântaros de barro. A sua água é muito apreciada. Perde-se no tempo o início da sua existência, não se sabendo com rigor a data em que foi construída, nem quem o terá feito.



Gostei de assistir a estas tipicas manifestações populares em dia de festa na aldeia
O Pereiro é certamente um destino obrigatório para quem gosta de reviver tempos passados e ama a natureza
Parabéns povo do Pereiro por estas espetaculares ruas enfeitadas com tanta beleza

/(Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.)

4 comentários:

António Maia disse...

O seu artigo sobre a aldeia do Pereiro está espetacular... Muitos parabéns... o Pereiro agradece. António Maia.

Nelio Gaspar disse...

Gostei de ver a sua reportagem sobre a minha aldeia.
Começamos ao fim de alguns anos a ver o esforço de todos dar resultados.
Aproveito para o informar que nesta altura já detemos a marca "PEREIRO CAPITAL DAS RUAS ENFEITADAS"

Anónimo disse...

Bem haja; muito bom que todos os portuguêses amem e admirem o nosso Portugal um Paraiso.
muito obrigada pelas fotos e continue
Maria da Conceiçao S Duarte

Anónimo disse...

Muy bueno soy nieto de un portugués Amandio Goncalvez (ya fallecido) nacido en Pereiro, que luego emigro a la Argentina (Formosa)Me gustaría visitar su pueblo natal. Me llamo Jose Machado (mi madre es Goncalvez)