Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Apontamentos sobre a nossa antiga filarmónica

BREVES APONTAMENTOS SOBRE A FILARMONICA BOGUENSE


A Filarmónica Boguense começou a ser fundada por volta de 1915,tendo como seu fundador o Padre José Maria Lopes Nogueira que então paroquiava as Freguesias de Bogas de Baixo e Janeiro de Cima.

Muito conhecedor e entusiasta da arte musical, o Padre Zé Maria, a partir de um grupo de bombos, característico da nossa beira e que davam voltas à aldeia (Parece que se juntavam no cabeço do moinho de vento) desafiou-os e com outros homens e rapazes da aldeia começou a incutir-lhes os conhecimentos básicos para a formação da Filarmónica. Os ensaios eram no sótão da casa do Sr. João Martins.

Foram adquiridos com muitas dificuldades económicas, os instrumentos necessários para que esta pudesse vir a actuar, o que, passados cerca de dois anos, aconteceu, começando, com bastante brilho, a actuar em festas e romarias levando o nome da nossa terra, bem longe.

Para os ensinar a marchar convenientemente, levava-os até ao local conhecido por “relveiro” e era aí que os ensinava, comentando ao mesmo tempo: “isto é que é uma música, isto é que é uma música!!!)

A dedicação do Padre Zé Maria à Filarmónica, era de tal modo fervorosa, que ele, para além de a reger, fazia questão que esta actuasse nos mais variados actos Litúrgicos na nossa aldeia, independentemente de haver Festa ou não.

Assim, no mês de Maio, celebrava o chamado Mês de Maria, com a participação da Filarmónica que se encontrava no coro da Igreja. O seu entusiasmo era tão grande que, nos intervalos da reza, se deslocava do altar ao coro da Igreja, onde em conjunto, tocava brilhantemente, violino.

Naquele tempo todo o povo vibrava e enchia a Igreja de rosas, o que dava a esta, um perfume e uma beleza inesquecíveis.

O Padre Zé Maria, acompanhou a Filarmónica até cerca de 1924,data em que deixou de paroquiar a Freguesia, passando esta a ser regida por um filho da terra, Aníbal Gama, até ao ano de 1956, data em que outro filho da terra, João Dias das Neves, passou a ocupar a sua regência.

Por volta do ano de 1962, devido à emigração de quase todos os componentes da Filarmónica, esta começou a declinar, até à sua completa extinção na década de 70,para grande desgosto, não só da população de Bogas de Baixo, como de todos os povos por onde ela actuou e deixou muitas e boas recordações.


este texto foi me gentilmente cedido pelo nosso amigo e conterraneo João Dias das Neves que muito contribuiu para que a banda elevasse a sua categoria aquando da sua regencia


para ele os meus agradecimentos





nesta foto muito antiga podemos ver os seguintes musicos que na época dos nossos avós faziam parte dela,
começando pela fila mais á rectaguarda e da esq. para a direita:
Ti zé maria, julio Fernandes,,joaquim d. gama, aníbal gama, joaquim gomes, manuel belchior,manuel fernandes, manuel francisco, júlio d gama, abel roque, antónio marques(sapateiro), joão d'ascensão, josé martins, ( ? )
na fila do meio da direita para a esq.: artur simão, manuel alves, luís simão, júlio fernandes, joaquim francisco, manuel simão, sebastião marques, manuel antónio, manuel gomes.
À frente: sebastião simão.





Nesta agora ja bastante mais moderna, e é nesta fase da banda que eu me lembro de ter feito tambem parte dela, podemos já reconhecer muita gente alguns ainda entre nós outros que já partiram

Lembro me de uma passagem numa festa que fomos abrilhantar ao Estreito e ter ido almoçar a casa de um dos mordomos com o ti Zé Maria e durante o almoço o Ti Zé estava a saborear com apetite aquela gostosa carne assada em forno de lenha, e diz lhe a senhora da casa: oh sr Zé coma tambem batatas, ao que o ti Zé responde com grande avontade, não se incomode minha senhora que a carne também é boa
Numa outra altura que não se passou no meu tempo mas contaram me que ia a banda a tocar uma marcha religiosa numa procissão e que de repente passaram a tocar uma valsa
Ainda uma outra vez isto comigo no elenco em Bogas de Cima estavamos a abrilhantar o arraial e a meio de uma musica fomos todos ao charco
a banda calou se
dirigia nesse dia a banda o Carlos Gama
Segundo o nosso amigo e conterraneo João das Neves que como todos sabem dirigiu e muito bem a nossa banda durante anos, a banda começou a descair por volta de 1962 mas segundo alguns testemunhos ela só acabou definitivamente por volta de 1970 conforme dados que vos descrevo a seguir:

Luis
a banda foi fundada em 1915
e acabou em 1962
José
não sabia que era tão velha, mas olha que acabou bem mais tarde, não foi em 1962 não
Luis says:
eu realmente nessa altura não vivia em bogas por isso não posso afirmar
José
em 1962 tinha eu 2 anos e eu conheci muito bem a banda, eu andei la um pouco de tempo tinha eu 16 anos e ela tinha acabado uns anitos antes, eu depois andei com o Alfredo Gama nessa altura:
assim seria, que tivesse continuado com menos elementos depois disso, concordo,mas acabou muito mais tarde
eu fui muita vez aos ensaios com o meu pai
Luis
e nessa altura quem dirigia era o sr. Alfredo Gama ?
José
não,... era ainda o João das Neves, até quando eu la andei foramos-lhe pedir para ele ser o nosso maestro( até fui eu que la fui falar com ele porque me dava muito bem com ele), e ele disse que não, lembro-me como se fosse hoje, e então por isso depois é que o Alfredo Gama pegou nisso e digo-te que mesmo apesar do pouco tempo que la andei ainda aprendi um pouquinho, depois vim para França também
e tive que parar por esse motivo, eu vim para França o dia 4 de março 1976
Luis
eu por acaso estou arecordar me que ele abandonou a banda e foi o sr Anibal que voltou a pegar nela e lembro me do Carlos Gama nessa altura ter dirigido a banda uns dias
Até me lembro daquela passagem em Bogas d e Cima em que a banda se foi abaixo a tocar uma musica na altura em voga chamada lisboa antiga
o carlos tinha trazido as partituras dessa musica e tambem do Regresso e queria que nós as tocassemos. Só que não era facil e alguns dos nossos melhores executantes tocavam quase só de ouvido
foi um desastre
José
a banda mesmo com menos elementos deve ter acabado a partir de 1970
mas olha que foi nessa altura
Luis
acredito
José
também vi o blog cada vez esta mais fixe
Luis
gostas do material do blog ?
se me ajudarem aquilo vai aquecer
José
em calhando vou por umas fotos no hi5 de quando eu era novo onde tebho uma com o bombardino quzndo tinha 16 anos
tu vais ver algumas são mesmo velhinhas, uma ainda com o meu avô Agostinho e o o meu primo Angelo quando era novo
Luis
epah é com essas coisas que a gente deve postar
o blog tem pernas para andar
José says:
é mesmo quando puder ja fasso isso
é com grande prazer que vejo o meu nome no blog
Luis
e vais continuar a ver sempre
por acaso algumas pessoas teem me dado elogios por as recordar
é essa a finalidade do blog
José
olha Luis novamente adorei a nossa converssa e obrigado pelas fotos, agora tenho que deixar-te, e até breve, para mais umas recordações la da nossa linda aldeia, um forte abraço, olha normalmente esta quase resolvido ir ai a portugal pelos santos do 31 outubro au 3 de novembro, boa noite

Agora para concluir deixo vos com algumas das muitas bandas existentes no nosso Distrito, prova segura que não vai acabar a tradição das bandas filarmónicas

Banda de idanha a nova
A Filarmónica Idanhense foi fundada em Julho de 1888, pelo Sr. Christiano Pereira Barata, abastado comerciante da Vila de Idanha-a-Nova, e adoptou como dia festivo o 8 de Dezembro, data em que tradicionalmente comemora o seu aniversário.



Banda da Covilhã
A Associação Recreativa Musical Covilhanense “Banda da Covilhã” foi fundada em 1 de Dezembro de 1944.

Ao longo destes anos participou em vários festivais, conjuntamente com algumas Bandas de grande prestígio musical, percorreu também várias cidades, vilas e aldeias de Portugal, fazendo muitas actuações e levando a conhecer a cidade da Covilhã.


Banda filarmonica Silvarense
Surge então a primeira direcção da Banda, em data exacta que se desconhece, mas que terá sido por volta de 1919-1920.

Os homens que integravam essa direcção eram:

• Padre José Lopes de Assunção
• Joaquim Nunes
• José Valentim
• Joaquim Ferrão
• António Rodrigues Fabião




Banda do Louriçal do Campo
A Sociedade Filarmónica de Louriçal do Campo, foi fundada em 1938 por uma comissão constituída pelos Senhores Dr. José Ramos Preto, Professor Joaquim Antunes e outros

Banda do Paul
Fundada supostamente a 30 de Abril de 1815, a Banda Filarmónica do Paul, do concelho da Covilhã, é uma secular instituição com um passado e historial rico.

Banda da Peroviseu
A Filarmónica Perovisense é um exemplo vivo da preserverança das gentes de Peroviseu.

Fundada em 1890 por Manuel hermenegildo Pereira, nunca desde então interrompeu as suas actividades musicais. "Os primeiros tempos foram os mais difíceis", conta Francisco Neto, um dos músicos mais antigos e ex-mestre regedor da Filarmónica.


Sociedade Filarmonica Oleirense
A Sociedade Filarmónica Oleirense, sediada na Vila de Oleiros, sede de concelho e Distrito de Castelo Branco, foi fundada no ano de 1894 pelo Padre José Joaquim da Silva Reis, sendo por conseguinte uma das instituições mais antigas no Concelho e também no próprio Distrito. No ano de 2004 comemorou o seu 110º Aniversário, tendo para o efeito, organizado um encontro de Bandas o qual decorreu na Vila de Oleiros.



Tenho pena de não possuir fotos de outras ainda mais perto de nós tais como a banda do castelejo . a banda de Aldeia Nova do Cabo, a antiga banda do Fundão onde militei varios anos, a banda de S Vicente da Beira cujo presidente de direção foi tambem o nosso antigo pároco e amigo padre Branco
E para terminar vou deixar que oiçam alguns trechos musicais executados com destreza e perfeição por algumas bandas
Serve tambem para agradecer ao Sr João Dias das Neves pela amabilidade que teve em partilhar conosco algumas das suas memórias




Recados e Imagens - Blogs - Orkut

9 comentários:

Anónimo disse...

Mais uma vez estás de parabens Luis, ao trazeres aqui as bandas filarmonicas da região, Luis tambem o meu pai, foi mestre da banda da minha freguesia ( A FILARMONICA FIDELIDADE DE ALDEIA DAS DEZ ) outra curiosidade vives em Faro e a familia de minha mulher da parte da mãe tambem vivem ai em Faro ( mas Luis uma confidencia não gosto do algarve só tem mar gosto muito mais da nossa serra ao algarve vou demanhã almoço com a familia venho á tarde Luis não digas a ninguem é só para nós que ninguem nos hove um ABRAÇO

Anónimo disse...

" A banda da minha terra, eu tambem, jà là toquei, agora tenho saudades do tempo que por là passei..." Um refrao que houvi mais que uma vez em Bogas !!!
beijinhos Elsa

Anónimo disse...

Então Luis que é feito do meu amigo estou á espera de mais novidades de bogas sou leitor asiduo.

Antonio Assunção ( voz do goulinho)

Anónimo disse...

MEU CARO AMIGO ASSUNÇÃO
NESTE MOMENTO ESTOU A DAR TEMPO PARA QUE OS MEUS CONTERRANEOS POSSAM RECORDAR OS PAIS, RESTANTE FAMILIA E AMIGOS QUE FIZERAM PARTE DA NOSSA BANDA
QUALQUER DIA HA MAIS
UM ABRAÇO

Anónimo disse...

Oh Antunes...tanta conversa, tanta conversa...não era muito melhor organizar um passeio a Bogas para nós podermos ver ao vivo e a cores!? Fica aqui o desafio "QUEREMOS UM PASSEIO A BOGAS" (e agora quero ver como descalças esta bota HEHE)

Anónimo disse...

Luis obrigado por nos fazeres viajar num passado nao muito distante mas tao desconhecido para os mais novas como eu,è importante que as pessoas nao desaparesam com as suas memorias.Isto que esta aqui escrito neste blog fica escrito para sempre .
Um abraço. Simao

Anónimo disse...

ola amigo Luis
Como sabe sou neta e filha de
musicos da nossa banda,e foi com
grande prazer,adorei!!
Aliàs venho sempre k posso ao blog
e é sempre bom...
Beijos Cristina Simao

be disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ prix viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ viagra
http://precioviagraespana.net/ generico viagra