Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Voltamos a ser os protagonistas eu e o Zé


Luis says:
Olá Zé
Dceste á cidade?
José says:
boa noite, esta tudo bem contigo?
Luis says:
tudo:
então e tu ? portas te bem ?
José says:
estou a ver as fotos da festa de bogas aqui no site
Luis says:
Aiée ?
olha não está la tudo mas tambem não havia muito mais para mostrar
José says:
entao manda
Luis says:
se quiseres faço aqui um apanhado e mando te por mail
tenho que as reduzir
José says:
gostava, ja que eu nao pude la ir
Luis says:
tirando a visita a familia e amigos tambem não perdeste muito mais
eu pessoalmente gostava que tivesse sido algo mais valente
José says:
Entao ?
Luis says:
bem eu ja não ia a uma festa a Bogas faz um tempão e pensava que houvesse a tradição das ofertas, a banda a tocar , etc etc
e como não se podem lançar foguetes pior ainda , uma festa sem fogo não é festa
mais parece um daqueles arraais de bairro
mas ao mesmo tempo gostei de ir lá
José says:
e porque nao deitam fogo? em oleiros ouve la 3 fogos de artificio de primeira
José says:
eu tenho muita pena de nao ir a bogas, mas por enquanto deixo as coisas amadurecer, depois se vera
Luis says:
lá em Bogas pelos jeitos havia só fogo preso, e como estava preso não o pudemos ver
mas era uma boa pergunta a colocar á comissão da festa
José says:
as outras terras fazem
Luis says:
eu gostei de ir já que mais não fosse sempre vi e cumprimentei familiares e alguns amigos que só vejo muito raramente:
alguns ja se tinha passado uma boa vintena de anos
José says:
sim é bom para matar saudades
Luis says:
Olha a festa de Bogas é uma daquelas festas entre familia e amigos
porque quem vai visitar Bogas mesmo em dia de festa só arranja almoço no Orvalho ou Janeiro de Cima
tenho muita pena que Bogas não tenha hipótese de ter uma casa típica que a gente gostasse de frequentar e pudesse comer um bom maranho ou uma boa chanfana para não falar da apetitosa carne assada nos fornos de lenha
José says:
acho que isso esta dificel, pois la cada vez ha menos gente
Luis says:
é isso
Luis says:
Bogas só consegue ter algum movimento durante um mês ou dois á custa de alguns emigrantes e não só,
tambem ha muita gente espalhada por esse Portugal adentro
José says:
diz la, quem é essa Maria Teresa que fala da nossa converssa?
Luis says:
Tambem não sei
mas acho que é oriunda da Malhada Velha, eu ainda nem fiz o que ela me pediu
José says:
e o que foi?
Luis says:
umas fotos da casa do mel e do cogumelo
parece que o avô dela era proprietario disso
José says:
e é onde essa casa?
Luis says:
acho que era antiga escola
Luis says:
A outra era o lagar
tambem não tenho a certeza
José says:
a sim! ha por ai novas que eu nao conheço
Luis says:
ela enviou me um mail ha dias
vou esperar que me contacte de novo para eu pedir a alguem de lá
José says:
as fotos de bogas estao um espetaclo
Luis says:
achas mesmo
José says:
ainda havia tanta agua na riveira
Luis says:
algumas pessoas prometeram ajudar me tambem enviando algumas mais
Luis says:
VOU ESPERAR
José says:
entao nao viste la as minhas irmas e irmao?
Luis says:
faltam me fotos das procissões porque não consegui estar a tempo
Luis says:
devo ter visto mas nem me apercebi
José says:
podias ter passado beber um copo mais eu a oleiros
Luis says:
estive com os teus primos do Joaquim Tomaz , falei com os teus primos do Sebastião tambem
Luis says:
é facil que tenha conversado com eles mas não me lembro
Luis says:
eu estava com o meu irmão o Pedro e as nossas mulheres alem da minha mãe
Luis says:
fomos almoçar ao Orvalho porque queria ver os meus tios no Lar mas tambem não os vi
José says:
muito bem, bom Luis tenho que deixar, ainda tenho uns orçamentos para fazer, um grande abraço e espero até breve
Luis says:
então adeus até qualquer dia
Luis says:
um abraço

Um comentario interessante com merecido destaque
Ana Cristina (Algarve)disse:
Sou filha de pais da terra e estive alguns anos sem ir a Bogas... fiquei maravilhada com as novidades que por lá surgiram. Bogas é realmente linda, de gente simples e acolhedora. Uma princesa da da Serra... Quando lá vou tiro sempre fotos que mostro com muito orgulho a todos os meus amigos.
Os meus parabens ao Povo de Bogas de Baixo.
Vou voltar sempre que puder.
todos os dias visito o blog de Bogas para saber novidades da terra. Seria bom se todos o que tem disponibilidade para tal deixassem aqui os seus comentários.
deixo aqui o meu endereço electronico cristi_alves22@hotmail.com
fico á espera de mais novidades. Vou voltar sempre que puder.
um abraço