segunda-feira, 9 de junho de 2008

Verão: vêm aí ondas de calor

Este mês começarão a chegar muitos dos emigrantes nossos conterrâneos e convem que saibam o verão que vão sentir no nosso país

Menos chuva e temperaturas ligeiramente acima da média


Os modelos meteorológicos de previsão a médio prazo para Junho, Julho e Agosto em Portugal continental apontam para menos chuva e temperaturas ligeiramente acima da média, atendendo aos últimos 25 anos, segundo o Instituto de Meteorologia (IM), noticia a agência Lusa.

O presidente do IM, Adérito Serrão, advertiu esta previsão a três meses é uma «previsão probabilística», não sendo possível datar «episódios extremos» nem saber a sua duração
Mais 32 praias inseguras
193 praias com bandeira azul

Os modelos meteorológicos disponíveis agora para os três meses apontam para a possibilidade de temperaturas mais elevadas em cerca de 0,5 graus Celsius acima da média.

A subida de temperatura deverá ser registada mais a Centro e Sul de Portugal continental.

«Os modelos indicam que poderão ocorrer temperaturas mais elevadas que o normal, mas não é possível saber quando vão ocorrer ou qual o seu período de duração», sublinhou Adérito Serrão.

Quanto à precipitação, a previsão probabilística indica que o período destes três meses será mais seco do que a média dos últimos 25 anos.

Neste caso, a região Norte será onde se poderá registar o Verão mais seco.

O ano passado, a temperatura média em Junho foi de 18,78 graus Celsius, em Julho de 21,58 graus e em Agosto de 21,77 graus.

Em 30 anos, entre 1971 e 2000, a média da temperatura média diária de Junho foi de 19,43 graus Celsius, em Julho de 22,17 graus e em Agosto de 22,15 graus.


A previsão a médio prazo fornecida segunda-feira pelo IM para Junho, Julho e Agosto refere um aumento ligeiro da temperatura e um Verão mais seco, mas atendendo aos últimos 25 anos.
04-06-2008 Portugal Diário