quinta-feira, 27 de abril de 2017

Nas Margens da Barragem de Santa Luzia

A Barragem de Santa Luzia fica situada na Beira Litoral, no concelho de Pampilhosa da Serra, perto junto à pequena localidade de Casal da Lapa
Embora as imagens pertençam á sua margem norte.. A barragem é mais facilmente encontrada através  do Casal da Lapa


 Também no seu historial existem referencias ás aldeias do Vidual de  Baixo que ficou submersa nas aguas da barragem e tambem Vidual de Cima zona esta  a que dizem respeito quase todas as imagens expostas
 A barragem foi construída sobre o leito do rio Unhais que nasce a 8km mais a norte, nas Meãs, no pé do "Picoto de Cebola" sobre uma estreita garganta quartzítica e tem aproveitamento hidroeléctrico


Foi inaugurada em 1942, tendo levado onze anos a ser edificada. Em 1931 começou a ser construída, em 1934 procedeu-se ao levantamento da albufeira, que terminou em Março de 1935. Possui 76 metros de altura e um comprimento de coroamento de 115 m
 A bacia hidrográfica de Santa Luzia tem 50 Km2 e recebe Água da Barragem do Alto Ceira, canalizada através de um túnel de derivação com 6.945 metros de comprimento.

 Os trabalhos  terminaram em 1942, com o fecho das comportas em Novembro desse ano, pela Companhia Eléctrica das Beiras





O nome dado à barragem proveio da Ermida de Santa Luzia existente nos penedos, no limite das freguesias de Vidual e Cabril. Esta pequena capela foi mandada erigir em 1930, pelo particular Francisco Pedro Simões, natural da Malhada do Rei, em cumprimento de uma promessa




quinta-feira, 6 de abril de 2017

Pelas margens do Zezere (Janeiro de Cima e Porto de Vacas)


Hoje  junto lado a lado, duas aldeias, duas freguesias e dois concelhos
Janeiro de Cima sede de freguesia do concelho do Fundão e Porto de Vacas Freguesia de Janeiro de Baixo, concelho de Pampilhosa da Serra. As duas aldeias são banhadas pelo Rio Zezere

Janeiro de Cima foi sede de uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, para, em conjunto com Bogas de Baixo, formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Janeiro de Cima e Bogas de Baixo da qual é a sede

 Sobejamente conhecida a nivel Nacional e Internacional muito especialmente pelo seu casario feito de Xisto e quase todo devidamente reconstruido, para além  do seu Historial e variadissimo Património , como a Igreja Nova (matriz) e Igreja de Nossa Senhora da Assunção, Capelas de Nossa Senhora do Livramento, do Divino Espírito Santo e do Mártir S. Sebastião (e bosque)Cruzeiro
Alminhas, Gravuras rupestres do Poço do Charquinho, Trecho do rio Zêzere e praia fluvial

Lugares do Alto da Quinta e de Peixoto
È banhada pelo Rio Zezere possuindo uma vasta zona de lazer na sua margem incluindo a sua roda gigante movida pelas suas aguas




Porto de Vacas é uma aldeia da freguesia de Janeiro de Baixo, concelho de Pampilhosa da Serra e do Distrito de Coimbra. É banhada pelo rio Zêzere

Por  aqui passei centenas de vezes quando a minha profissão era a de Vendedor com varios produtos de consumo e Construção

Existe na aldeia uma capela. A Capela de Porto de Vaca apesar de não ser muito espaçosa, tem aspeto imponente, possuindo uma torre sineira acoplada, assente em 3 arcos, protegendo a porta principal.   A aldeia possui ainda duas alminhas e um cemitério

Existe  na aldeia uma coletividade cujo endereço eletrónico é
https://www.facebook.com/comissaomelhoramentos.portodevacas
Nessa página poderão ficar a conhecer muito melhor o Porto de Vacas