Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Noticias do nosso sitio

OLEIROS
É uma Vila sede de concelho, limitado a norte pelo nosso Concelho do Fundão

A vila de Oleiros é, sem dúvida, o núcleo central que polariza a actividade económica e administrativa do concelho, como também e mais significativo número de equipamentos colectivos e de apoio à actividade sócio-económica. A sua capacidade de atracção sobre o resto do concelho é manifestamente superior aos restantes aglomerados, porque detém uma posição chave na estrutura posicional de oferta e acesso a bens e serviços, Paralelamente, é o aglomerado de maior volume populacional e urbanístico.

Resultado de imagem para cabrito estonado oleiros

O prato regional mais famoso de Oleiros é o cabrito estonado à moda de Oleiros. havendo agora um outro produto de grande relevo, que é o Vinho Callum


O vinho Callum cultivado nalgumas freguesias de Oleiros, em particular no Mosteiro, ao longo das margens da ribeira da Sertã é bastante reputado e merece uma referência especial. Trata-se dum vinho branco, muito ligeiro, de baixo teor alcoólico que por vezes se compara com o vinho verde.
 A sua produção é no entanto muito reduzida, mas  sabe se já que estão a  caminho actividades da Camara e dos produtores para que chegue rapidamente aos circuitos de comercialização.


Domingos Teodósio e Sérgio Nunes são dois jovens a procurarem dinamizar a casta Callum e conseguir um vinho de qualidade com uma identidade especial e unica
É tambem seu desafio a sua certificação e a criação da Associação do Vinho Callum
As videiras Callum resistiram à filoxera, a grande praga que invadiu a Europa no século XIX e por isso o Callum é considerado um vinho histórico


Covém referir no entanto que o pinheiro é hoje ainda a principal árvore do concelho, sendo incalculável o seu valor económico tanto no que respeita a madeiras como a resina e seus derivados, de tão grande aplicação e consumo nos nossos dias.


 A nível industrial verifica-se a existência de algumas unidades (indústria de madeiras, metalomecânica, mármores, agro-industrial) na maior parte das freguesias, registando-se uma maior expressão em Oleiros.

Sem comentários: