segunda-feira, 4 de maio de 2015

Convivio de Ex presidentes de Junta do concelho do Fundão

Bogas de Baixo foi a aldeia escolhida por  ex autarcas do nosso concelho para aqui passarem um belo dia repleto de emoções boa camaradagem num almoço convivio servido pela Associação Recreativa de Bogas de  Baixo.
E para que todos os Boguenses possam ter conhecimento deste evento aqui fica o essencial do que se passou neste Domingo dia 26 de Abril com a  ajuda preciosa do Ex Presidente da Junta de Lavacolhos  Sr Joaquim Mateus, autor de todas as imagens publicadas para além da sua opinião sobre vários aspetos da nossa terra
e perguntei lhe logo para iniciar,
o que achava das obras feitas em Bogas para além da sua opinião se a aldeia devia ter ficado como Sede de Freguesia ou se está bem agregada a Janeiro de Cima
e logo me respondeu: Eu quanto a mim e na opinião de todos os colegas deveria ficar como Freguesia, a superfície é muito grande e os habitantes de um momento para o outro podem ir regressando. Claro que também tinha uma anexas, não é verdade?

Tinha 3 anexas  O Urjeiro aldeia onde nasceu  o vosso anfitrião Manuel Joaquim Neves dos Santos
e  ainsa o Maxial e a Ladeira



Quando chegámos   e á saída do autocarro o Sr.Manuel Joaquim das Neves dava-nos as boas vindas
Sendo oriundo do Urjeiro casou com uma filha cá da terra  e tem sido toda a vida um lutador pelo progresso da freguesia e tal como eu foi um dos que mais sentiu  a revolta por ter mos sido agregados a Janeiro de Cima  sem dó nem piedade



O Sr José Luis Castanheira no momento em que discursava para os ex colegas Não sei que tipo de discurso proferiu mas tudo indicava que estavam satisfeitissimos com Bogas de Baixo e as suas gentes.
Todos foram unanimes em considerar  Bogas uma aldeia moderna e com todas as condições para ser sede de Freguesia com os seus 31 Kms quadrados de área



Olhando para esta soberba imagem, Só a dimensão da casa da Junta de Freguesia de Bogas de Baixo, dá-nos a ideia da grandeza desta Freguesia com 31 Km quadrados.

Aqui podemos comprovar asa condições ótimas deste Polidesportivo onde se têm feito bons atletas para a pratica desportiva. e vendo lá em cima as instalações onde foi servido o repasto

O autarca mais antigo acompanhado pelo autarca Abílio Pacheco e pelo Moisés pousou para a nossa reportagem.


Percorrendo as ruas de Bogas de Baixo. que estão muito bem preparadas e limpas. todos foram unanimes em afirmar que Bogas de Baixo tem todas as condições para ser sede de Freguesia

O Ex Autarca Sr. António sentiu saudades e teve de percorrer esta bonita rua de Bogas de Baixo.

Aos poucos iam chegando ao ponto de encontro que era a Associação Recreativa, onde nos serviram os aperitivos que estavam deliciosos e o almoço de cofraternização.

Momento de começar a preparar o estomago para o repasto que se avizinhava, saboreando os aperitivos  njunto do gradeamento do parque desportivo


Pelo desembaraço que podemos ver  nesta imagem parece  que O Sr.. Paulo vem avisar que o almoço vai ser servido...

O Sr. Moisés é mais para os amendoins... Pudera!...

Depois de ter atacado nos docinhos...



E lá vamos nós para o almoço confecionado pela Associação Recreativa.



pelo que  a mim me dá a  entender o repasto foi ótimo e a confraternização um momento alto deste evento
Da vida da nossa aldeia fizeram parte  alguns bons Presidentes que infelizmente já não podem estar presentes porque já deixaram o mundo dos vivos. estou a lembrar me por exemplo do Tadeu, o Alberto Belchior e o António Roque que teriam um lugar de destaque neste convivio Estou por exemplo a lembrar me do ultimo Presidente eleito O António Roque que embora alguns não gostassem dele (poucos) foi um dos principais obreiros para tornar Bogas de Baixo uma aldeia moderna com todas  as infraestruturas para o bem estar dos habitantes e  visitantes



Conheço muita gente desta que aqui vemos e até fiz parte da Assembleia Municipal do Fundão quando eles eram Presidentes de Junta

Estou a lembrar me aqui do amigo Roxo de Alpedrinha, o amigo Luis Castanheira  do Souto da Casa
O amigo José Belchior do Fundão, Luis Cerdeira dos Tres Povos, Vejo ainda o amigo José Correia



que em 2009 quando foi sondado sobre a sua recandidatura afirmou que estava cansado e não se recandidatava  . Na altura avançou com uma lista , tornada pública, de Malícia Trindade, que era na altura secretário , à presidência da junta, José Correia afirmou que “ se vencer as eleições a junta fica bem entregue dado que é um homem honesto, sério e trabalhador”



Resta me acrescentar para terminar esta postagem que o Manuel Santos  aqui na foto energicamente dizendo que sempre esteve, está e  estará contra a anexação desta aldeia á freguesia de Janeiro de Cima.
Sempre tive e tenho por este homem  um grande apreço não só como amigo mas tambem pela forma como tem lutado pelo bem estar da população da nossa terra.
Foi de certeza o melhor anfitrião que estes nossos amigos podiam ter para esta visita convivio á aldeia mais bela do Planeta   BOGAS DE BAIXO

1 comentário:

Luantes Luis Antunes disse...

recebi de um amigo que estava na comitiva de Presidentes de visita á nossa terra o seguinte comentário:
Caro Luís Antunes,



Não conhecia Bogas de Baixo, já conhecia todas a aldeias desta parte do Concelho devido à minha actividade profissional, desde Janeiro de Cima, Bogas do



Meio, Bogas de Cima, Barroca e São Martinho, a impressão sobre a mesma é muito positiva. Aldeia bem estruturada, sinal que todos os anteriores Presidentes,



lembro o amigo “ António Roque “, fizeram um bom trabalho, mas aldeia com o problema inerente a todo o interior que é a desertificação,



Fomos tratados como é próprio das “ Gentes “ da nossa Beira, boa comida, bom vinho, muita animação, um excelente anfitrião, o senhor Manuel Joaquim.



Aproveito para informar de que o próximo convívio em 2016 será em Alpedrinha no último Domingo de Abril.



Em relação a ser mantida a Freguesia era de toda a justiça continuar a existir, pois assim como os Três Povos situados a Norte, era também a última Freguesia



situada a Sudoeste ??? , à distância aproximada de 60 Quilómetros da sede do Concelho, com as dificuldades próprias de quem está distante da mesma.



A Reforma Administrativa no Concelho teve vários culpados, a Câmara Municipal que como Pilatos lavou as mãos sobre a mesma, as Juntas de Freguesia



tiveram a mesma atitude.



Todas as Freguesias mais distantes do Concelho deveriam ter sido mantidas, independentemente de cumprirem os critérios exigidos ou não.



A Reforma Administrativa exigia para o Concelho a extinção unicamente de 5 Freguesias, os intervenientes não quiseram ser apontados como os culpados da



extinção das suas Freguesias, por este motivo o Concelho acabou por perder 8 Freguesias, decisão tomada segundo consta pela Assembleia da República.



No Concelho só os Três Povos tiveram a atitude correcta, os Três Povos tinham duas Freguesias, Salgueiro com a anexa de Quintãs e o Escarigo, foram



reunidas as respectivas Assembleias de Freguesia, tendo as mesmas decidido a criação de uma nova Freguesia “ Freguesia de Três Povos “.



Seria fácil para quem tem que tomar atitudes e conhecendo o Concelho, resolver este assunto correctamente.



Porque não ter sido feito assim:



1 – Salgueiro – Escarigo ( Três Povos )

2 – Aldeia de Joanes – Aldeia Nova do Cabo.

3 - Atalaia do campo – Póvoa da Atalia.

4 – Lavacolhos – Silvares.

5 – Souto da Casa – Castelejo.

6 - Valverde – Donas.

Cumprimentos,

Luís Cerdeira