Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Ronda pelas nossas Igrejas (continuação)

Continuando as minhas publicações sobre as nossas Igrejas e gentes católicas da nossa região, vou iniciar a visita pela Igreja Matriz de ValverdeNo adro desta Igreja á semelhança do que acontece  em quase todas as aldeias e Vilas da região, costuma ser apanágio da juventude ir buscar os madeiros  com que se faz aqui a grande fogueira de Natal
Esperemos que neste Natal de 2014 a tradição continue a ser o que sempre foi


i
Aqui estamos já na aldeia da Fatela 
 Monumentos religiosos desta aldeia  Igreja Matriz, a Capela do Mártir S. Sebastião, a Capela do Divino Espírito Santo, a Capela da Senhora da Conceição, um nicho na Carreira dedicada ao Senhor dos Aflitos, e, de construção recente, uma Capela do anjo da Guarda.
A antiga freguesia era vigararia da apresentação dos Condes de Atouguia e passou, depois de 1759, para o Comendador local – Conde de Povolide – no termo da antiga vila da Covilhã. Beneficiou do foral manuelino à vila de Sortelha em 1-6-1510».(Vigararia era uma povoação pastoreada por um vigário o qual desempenhava funções fiscais em lugar de outrem) 

e a grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira acrescenta que fazem parte desta freguesia os lugares da Palhaça e dos Enxames. de cuja capela da Senhora do Fastio aqui deixamos a imagem
A seguir dirijo me ao Alcaide terra do festival dos Miscaros e onde a cereja é tambem um dos frutos mais abundantes e  de grande qualidade
que para além da sua lindissima Igreja Matriz tem ainda outras capelas destacando se a capela de S Macário situada no monte do mesmo nome cuja festa é um acontecimento unico, pois as gentes desta aldeia asseguram que é a mais importante de todas as festas que ocorrem nesta aldeia, sendo esta aldeia bastante devota do São Macário.



Votamos atrás passamos novamente em Valverde e vamos até Alcaria  cujo nome parece provir do vocábulo de origem árabe Al-garia, que significa a aldeia, um pequeno povoado. No entanto, não significa que tenha sido fundada pelos Mouros, uma vez que a região não foi habitada por muito tempo por eles nem deles resta o menor vestígio. O termo Alcarial pode também significar um sítio onde apareceram ruínas muitíssimo antigas ou vestígios arqueológicos, o que parece justificar-se.
Para alem da sua Igreja Paroquial existe ainda na aldeia a capela de Nossa Senhora das Necessidades
As suas festas de verão costumam realizar se anualmente em setembro
Esta é  a Igreja Paroquial da Capinha com o seu jardim e  coreto bem  localizada do centro da aldeia
Uma aldeia cujo Presidente da Junta de Freguesia o amigo Rogério Palmeito tão bem tem sabido administrar.  Esta paróquia foi durante varios anos presidida pelo meu conterrâneo padre António Gama, até que  em 5 de Setembro de 2010,ficou na história da Paróquia da Capinha como o dia em que foi apresentado à Comunidade local e solenemente empossado, o Novo Pároco, P. António Carlos dos Santos Martins.

O antigo padre  P. António Gama  fala emocionado com ex-paroquianas
 apresentação sobre o passado da Paróquia, tendo levado alguns dos presentes à emoção, nomeadamente, o anterior Pároco, P. António Gama.

Termino por hoje  esta exposição sobre  a religiosidade das gentes do meu Concelho  Fundão com a apresentação de todas estas Igrejas tendo guardado para ultima  a igreja Paroquial de Peroviseu

Uma aldeia com longa e bem recheada história patrimonial, destacando desde já  a sua banda Filarmónica que tem já muitos anos de existência e recordar com saudade o seu maestro 

Francisco Anselmo Neto, mais conhecido como T'Xico Neto de quem guardo as melhores recordações  já que algumas vezes atuei na banda da Peroviseu sobre o comando da sua batuta

Situada a 12Km do Fundão e a 16Km da Covilhã, na estrada que liga a Penamacor a aldeia de Pêro Viseu, tem uma origem que remonta a há vários séculos atrás. O seu nome, é presumivelmente uma referência a Pêro da Covilhã, também conhecido como Pêro de Viseu, que terá aqui vivido algum tempo antes de embarcar na sua viagem épica em busca das terras do lendário Preste João


Sem comentários: