Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




domingo, 30 de novembro de 2014

Aqui toda a gente é católica (continuação)

Voltamos hoje  ao tema da religiosidade no concelho FUNDÃO e fomos visitar sa igrejas e  algumas capelas das aldeias De SOUTO DA CASA, ALDEIA NOVA DO CABO, ALDEIA DE JOANES, ALCONGOSTA e DONAS




Fachada principal da Matriz de Souto da Casa
O seu orago é São Pedro e, esta paróquia, curiosamente foi a primeira do actual concelho do Fundão a proceder aos registos de baptismo e de casamento a partir de 1563, com duas ou três décadas de avanço sobre todas as outras freguesias do concelho, juntamente com Freixial dos Potes (ou da Loiça), que nesta época lhe estava anexa.

Existem no Souto da Casa  algumas capelas quase todas carregadas de histórias e lendas, mas apresento hoje uma das mais visitadas talvez por s situar num local estratégico á beira da estrada Nacional entre  O Souto da Casa e  o Castelejo
A Capela do Senhor da Saude em cujo terreiro eu já assisti a grandes festejos com missa campal, banda filarmónica, Bombos e muitas e diversas actividades ludicas


Fachada principal da Igreja Matriz de Aldeia Nova do Cabo

Templo construído no século XVI. Fachada principal rasgada por portal de arco abatido, com torre sineira de dois registos, o primeiro cego e o superior rasgado por ventana com volta perfeita, na lateral esquerda. No interior a igreja exibe 5 altares, destaque para o altar maior onde se situa uma imagem em pedra de ansã, de Na. Sra. de ao Pé da Cruz do século XVI (1576)
nesta linda aldeia ás portas do Fundão existem ainda segundo escritos da Junta de freguesia,as capelas

- Capela de Santo António
- Capela de São João
- Capela do Calvário / São Francisco, da Ordem Terceira, situa-se no lugar do Calvário.
- Capela de Nossa Senhora de Fátima
- Capela de São Miguel Arcanjo, mandada edificar em 1511 pelo vigário Manuel Barreiros de Sá, situa-se adossada ao solar do Terreiro.
- Capela do Espírito Santo
- Capela de Sao Barnabé, edificada no século XVII, no cimo do portado, exibe o brasão familiar de armas dos Silvas, Proenças, Sá e Magalhães


Igreja Matriz de Aldeia de Joanes

Matriz de uma das mais antigas freguesias do concelho de Fundão, a Igreja de São Pedro foi fundada possivelmente no século XIII, segundo indicam as Memórias Paroquiais de 1758, onde se afirma que no ano de 1223 o edifício estava já construído.
No entanto, pouco resta da traça românica original, uma vez que cerca de 1585, data gravada na fachada lateral, foi executada uma grande campanha de obras que alterou substancialmente a feição e estrutura do templo.

Igreja Matriz
Fachada frontral da Igreja Matriz de Alcongosta

Templo dedicado a Nossa Senhora da Anunciação, de arquitectura clássico barroco. A fachada com torre sineira e no interior o altar-mor é em talha dourada.
Segundo a tradição esta devoção começou depois de uma praga ter assolado os soutos de castanheiros e posteriormente vir a morrer coladas às paredes da Igreja Matriz.
E para comprovar o catolicismo das gentes de Alcongosta, foram ainda construidas na aldeia, 3 capelas, são elas
Capela do Espírito Santo, antiga capela alpendrada, edificada em 1578 gravada na fachada principal. A sua arquitectura é vernácula e maneirista.
Sofreu obras de restauro na 2ª metade do século XX e em 2004. Na actualidade é utizada como casa mortuária.
Capela do Mártir S. Sebastião, a sua origem é muito antiga. O altar-mor exibe pinturas importantes de escola. Antigo Calvário.
Capela de Santa Bárbara, mandada edificar por um transeunte para pagamento de uma promessa. Quando ele ia a passar na serra, havia uma grande trovoada e prometeu que se nada lhe sucedesse mandaria edificar uma capela na primeira aldeia onde chegasse. Foi em Alcongosta.

Igreja  Matriz de Santa Maria das Donas

Esta igreja foi edificada no século XVIII. De alçados rebocados e pintados de branco, moldurados por embasamento, cunhais apilastrados e cornija bastante proeminente em granito exposto, apresenta frontaria cuja empena forma um frontão triangular. O portal, de verga curva, é sobrepujado por elegante frontão curvo interrompido, pouco acima do qual, no tímpano da empena, se abre um óculo quadrilobado. O flanco do lado direito é rasgado por uma porta de verga curva com frontão semelhante ao do portal principal, e por duas janelas de verga curva. Na prumada dos cunhais erguem-se pináculos piramidais com esfera. À esquerda do corpo do templo, ligeiramente afastada, ergue-se a torre dos sinos, de três registos separados por proeminentes cornijas, sendo o inferior aberto por uma porta de verga curva e um óculo quadrilobado, o intermédio de muito pouca altura e cego, e o superior rasgado, nas quatro faces, pelas ventanas dos sinos. O coroamento é feito por pináculos nos cantos e coruchéu piramidal escalonado ao centro.

Capela Senhora do Souto

Conta a lenda que um dia um menino mudo foi com o pastor para o lugar onde existe hoje a capela e que era um grande souto. Aí sobre uma figueira apareceu Maria que pediu que se construísse ali uma capela e curou a mudez da criança. Assim os pais da criança mandaram construir a Capela da Senhora do Souto, cuja parte do altar é o tronco da antiga figueira onde a Senhora apareceu.
Capela de Pancas
Capela do Mártir de São Sebastião
e Capela de São Roque

Sem comentários: