Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Férias

As aldeias de norte a sul de Portugal, até agora quase desertas, enchem-se de vida.

As férias são um período de descanso periódico de uma atividade constante, para quem trabalha ou estuda e maior que um fim de semana. Mas mesmo quem não tenha uma atividade remunerada ou por qualquer motivo já não seja estudante, as férias são sagradas O período de férias varia de acordo com a legislação de cada país.
Em Portugal, o código do trabalho estabelece o período de 22 dias úteis como limite mínimo do direito a férias, sendo esse limite susceptível de alargamento por efeito da assiduidade do trabalhador, no ano a que as férias se reportam. Este regime tem o objetivo subjacente de combater o absentismo através de um prémio aos trabalhadores que pode chegar a mais 3 dias de férias além dos 22 previstos na lei, permitindo assim até 25 dias úteis
Por esta altura do ano, nota se bem que estamos em época de  férias,  muito especialmente pela presença do sotaque dos emigrantes. O sotaque alemão,  inglês, mas principalmente francês, já se ouve nas filas e nos corredores do supermercado. mal que entramos no Jumbo, Pingo Doce, Continente etc etc, ouvem se aqui e ali algumas vozes inconfundiveis destes sotaques meio aportuguesados, e mesmo no Algarve consegue se diferençar um emigrante ou do originário do país estrangeiro
 É engraçado como os portugueses misturam na mesma o francês e o português! Os emigrantes que vivem no nosso país, os ucranianos por exemplo, quando estão a falar uns com os outros falam na sua língua de origem, mas os portugueses que estão nos países de expressão francesa, mesmo estando em Portugal e entre portugueses falam mais francês que português.
às vezes fazem nos perguntas em português e ao agradecerem fazem no em francês
Aqui pelos Algarves  também há muita gente que tem a mania de meter no meio de uma frase ou outra palavras em inglês. Ou, até, usar expressões inglesas. Deve ser para armar, e mostrar aos outros que sabe falar inglês.
.Nas Aldeias da Beira Interior a população duplica e triplica nesta altura de Verão. É o que acontece em Bogas de Baixo, no concelho da Fundão, onde os emigrantes já regressaram para as férias de Agosto.
A Picina entra em grande atividade, as festas de Verão já se realizaram 
 As matrículas estrangeiras são em grande numero superiores ás nacionais. tudo ganha mais cor, as ruas têm um movimento pouco vulgar durante o resto do ano, O consumo de bebidas e bens alimentares disparou  e os comerciantes locais agradecem.



Sem comentários: