Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




quarta-feira, 26 de março de 2014

Matando saudades


Estando aqui tão perto de uma localidade onde vivi alguns anos, não poderia deixar de passear um pouco pela zona afim de matar saudades

Saimos de Mafra e regressámos aos Salgados uma localidade vizinha da aldeia do Sobreiro onde o artesanato é rei, pois nesta região podemos encontrar muita variedade de materiais confecionados artesanalmente por homens e mulheres do Oeste



Passámos no cruzamento da Paz e fomos até á Murgeira de onde podemos avistar belas paisagens  que a nossa visão pode alcançar que vai até á serra do Socorro 

E de repente cá estamos na entrada da Tapada Nacional de  Mafra, onde já entrei varias vezes e onde me deliciei a admirar uma série de animais selvagens, o lindo arvoredo e as correntes de água existentes numa grande área de mata bem tratada com uma flora soberba adequada para o habitat de varios animais e aves selvagens



O nosso azar foi grande porque encontramos os portões da Tapada encerrados, e embora tivessemos parado por alguns momentos dando uma vista de olhos pelas redondezas, acabámos por seguir viajem
dos animais selvagens que aqui podemos ver destaco os que conheço
Gamos, Veados Vermelhos, Javalis, Lobo Ibérico, Raposas, Doninhas e Ginetes

Rastejantes e anfiveos destaco as Salamandras, o tritão Verde, as Relas, as Osgas, Lagartixas e até Viboras
Depois neste arvoredo tambem podemos admirar o esvoaçar do Bufo Reall, Das Águias do Açor , do Peneireiro, Gaios, rouxinóis e tintinhões

No seguimento desta viagem passámos pelo Gradil, fui até Vila franca do Rosário, atravessei por cima da A8 e entrei no concelho de Sobral de Monte Agraço.
Neste Concelho repleto de coisas boas  morei durante alguns anos mais precisamente na localidade de Sapataria


Aqui nestas casinhas á entrada da Localidade tinha uma nossa amiga comércio de peças de artesanato da região

 uma fonte centenária situada da estrada principal no cruzamento para  Lizandros em cuja encosta havia alguns moinhos movidos a vento por sinal muito vistos em toda esta região
 daqui podemos ver a torre da Igreja e a minha casa situava se a 50 metros desviada da Igreja
 Uma vista da encosta da Sapataria com a serra do socorro em pano de fundo
A minha Rua
O reataurante do Becas onde quase diariamente iamos tomar a bica  e muitas vezes vinhamos cá almoçar, pois confecionava bons pratos tipicos  e não era nada careiro

E assim termina a nossa viajem, que foi muito apreciada pois acabámos por matar saudades do sitio que nos traz muitas e belas recordações

Sem comentários: