Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




quinta-feira, 11 de abril de 2013

Serra do Moradal


Quem se deslocar á região entre Castelo Branco e Oleiros tem a possibilidade de subir á Serra do Moradal e do seu Miradouro, avistar uma extensa zona de montes e vales com uma paisagem 

florestal espetacular
Miradouro do Moradal


Avistam se muitas localidades pertencentes ao concelho de Oleiros  e de Castelo Branco,
Sarnadas de São Simão é uma dessas localidades  sede de freguesia do concelho de Oleiros
O padroeiro desta freguesia é S. Simão.
O aglomerado é constituído por um núcleo antigo bem consolidado, destacando-se a Igreja Matriz e a capela de S. Sebastião. Verifica-se, no entanto, a existência de uma ocupação urbana tradicional que o relevo, de alguma forma, acaba por impor.
Esta freguesia é o limite do concelho, nas faldas da Serra do Moradal
Igreja das Sarnadas de São Simão

A Cardosa é uma das suas anexas bem como a Vinha e  a 
Silvosa, 
Existe na Cardosa um grupo de Bombos que já uma vez vi atuar na festa da aldeia em louvor de Nossa Senhora da Conceição

Normalmente atuam tambem com os bombos ou separadamente, os arcodeonistas da terra  Carlitos e  Miguel Agostinho que podem acompanhar no facebbok(https://www.facebook.com/miguelagostinhooficial)   não só na sua terra natal como em muitas localidades do Distrito


                                 (imagens da Cardosa)

Aqui na pequena aldeia da Vinha, casou, viveu e morreu o meu tio Luis Antunes natural do Ingarnal terra do meu pai



A seguir temos a Silvosa, que embora uma aldeia tambem pequena  já tem mais população que a Vinha
Também na Silvosa de onde partiu gente para a minha terra Bogas de Baixo, onde constituiram familia Conheci o amigo Zé Frade que com o seu acordeão muitos bailes e romarias abrilhantou pelas terras das redondezas

                                  ( imagens da Silvosa )

E agora paramos na Paiágua uma aldeia um pouco mais desenvolvida, pertencente á Freguesia de  Almaceda  Concelho de Castelo Branco
Aqui como nas povoações anteriores vivia se quase exclusivamente da agricultura, cultivando os pequenos espaços de terreno por casusa do acidentado solo, normalmente regados com a agua corrente da ribeira   Tambem ao pastoreio com pequenos rebanhos familiares de onde se alimentavam com o leite e os queijos confecionados em casa

Foi tambem uma zona de grande produtividade de resina, empregando muita gente na colheita e transporte da mesma. Conheci mesmo Uma pessoa na Paiágua que tinha por alcunha o Tó Resineiro
Matavam o seu porquinho no inverno e mantinham a carne  na salgadeira para poderem alimenmtar se durante o ano
                                                ( Paiágua )
Muitas aldeias desta região viviam muito isoladas do exterior, rodeadas de pinhais e longe das vilas e cidades.muito por causa das acessibilidades que não eram nada como hoje. que em pequeno espaço de tempo percorrem a distancia que os separa da capital de Distrito em pouco mais de uma hora de carro ou Auto Bus

(fotos Google)

Sem comentários: