Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




segunda-feira, 7 de maio de 2012

Mais uma quantidade de recordações

É absolutamente normal que gente como eu que vive longe da sua terra natal, nescessite algo para lhe matar saudades e recordar os tempos em que lá vivia usufruindo de uma enorme quantidade de coisas boas que hoje  na sua maior parte não existem mais.
Já todos os meus visitantes sabem que a zona do meu País onde fui criado, tem soberbas paisagens, ainda se pode respirar  ar puro, beber agua cristalina nas fontes, sentir a frescura dos pinheiros, e mais um sem numero de coisas, todas elas me trazem uma enorme saudade e nostalgia


 Percorrer veredas por entre giestas, matos rasteiros, estevas floridas, coisas que nos deixam inalar uma mistura de aromas silvestres que nos enchem os pulmões quase como uma terapia
 Recordo me do nosso rio Zézere sempre novidade com a sua beleza e os seus encantos, das barcas que gentes da minha terra tão bem sabiam remar para transportar pessoas e  animais de uma margem para a outra
 Dos açudes e quedas de agua na nossa ribeira de Bogas, descansando á sombra dos seus salgueiros ouvindo os rouxinóis e outros tipo de aves a presentear nos com o seu belissimo canto
 Das festas e romarias que em cada aldeia vila ou cidade tarzem á terra centenas e centenas de pessoas, umas por devoção á santa ou santo que se venera, outros por simples diversão, já que todas as festas de aldeia teem o seu lado religioso e o seu lado pagão
 Da casinha onde nasci, pequenina e modesta mas grande em amor paternal e fraternal, pois os meus pais sempre nos encheram de carinhos e mimos
 Das ruas da minha aldeia, onde outrora se via mato como tapete para a gente transitar, hoje estão limpas e bem cuidadas
Destas montanhas que nos circundam que ao subir aos seus cumes nos transmitem uma enorme sensação visual com as suas cores e as pequenas aldeias que existem nas suas encostas etc etc.
Por tudo isto terei sempre a nescessidade de escrever e mostrar estas coisas aos meus amigos porque isso me faz sentir mais perto das minhas raizes

3 comentários:

Filho de SV disse...

Muito obrigado Luis Antunes por também me "transportares" para esta magnífica paisagem serrana.
Nasci e vivi a minha infância em Sobral Valado e, passados 50 anos, ainda não encontrei local mais belo!
Continua com as tuas descrições e viagens a esta maravilhosa zona, enaltecendo as fantásticas paisagens e as extraordinárias gentes serranas. Eu fico sempre encantado quandi visito o teu blogue.
Um GRANDE abraço!

Luis Antunes disse...

Ola amigo Filho de Sobral Valado
Muito obrigado pelas palavras encorajadoras que me dão mais alento para continuar a a escrever e mostrar os meus conhecimentos de uma zona impar neste nosso Portugal. Este coração de Portugal tantas vezes votado ao abandono pelos nossos governantes. Sinto um prazer enorme quando estou a descrever Gentes Locais, Tradições e modo de Vida da Zona que viu nascer. Sou Beirão e serrano concerteza

angel disse...

Oi
Obrigada pelas palavras e pela sugestão.
Tanta coisa mudou em minha vida e atualmente tenho mudado também mna forma de expressão. Estou fotografando e fazendo videos, assim registro de outra forma meus sentimentos.
Desculpe se não tenho mais visitado os amigos , mas andei sem muito tempo livre...mas todos tem lugar fixo em meu coração.
Uma saudação especial a ti e á tua terra.
Angel