Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




sábado, 24 de março de 2012

Lendas e Mitos do Povo

Aparição da Nossa Senhora da Serra APL 2478
O facto da aparição da Nossa Senhora da Serra é muito antigo. Conta a tradição que, numa tarde, uma mulher, que diziam ser de Alcongosta, com uma filha pequenita, foi à serra da Gardunha apanhar chamiços para o lume, ao mesmo tempo que levou duas cabras para pastarem. De repente, começou a aparecer um nevoeiro, puxado pelo vento, serra acima. A menina começou a brincar com uma pedritas e afastou-se da mãe, para detrás de uma giestas. A mãe, não vendo a filha, começou a clamar por ela, com gritos de aflição. O nevoeiro cresceu e fez-se um pouco escuro.
A mãe, sempre gritando pela filha, andou pela serra, no local, à sua procura, rezando sempre a Nossa Senhora. Muito pesarosa, voltou a triste mãe para o seu povo. Logo contou o sucedido aos vizinhos e com eles voltou à serra procurar a filha perdida, mas sem qualquer resultado. Procuraram por todos os cantos da serra e só encontraram a menina três ou quatro dias depois, dentro de uma lapa, com a Nossa Senhora. Todos ficaram espantados por terem achado a menina viva, que já julgavam morta, até porque por lá havia muitos lobos. E também, porque, na lapa formada por grandes rochedos, viram uma linda imagem de Nossa Senhora, que iluminava toda o lugar.
(imgem sapo.blogs) A menina disse que não tinha fome, porque aquela Senhora lhe tinha dado comida em todo o tempo que lá esteve. Logo a lapa foi transformada em capela e o milagre e a fama da Senhora da Serra, assim foi invocada, espalhou-se por muitos e longínquos lugares. As gentes de Castelo Novo, Alpedrinha, Casal da Serra e Souto da Casa mandaram fazer uma imagem de Nossa Senhora, que colocaram na lapa, e passaram a fazer uma festa anual, em louvor da Senhora, e para comemoração do milagre que ela ali fez . Fonte MATOS, Albano Mendes de Literatura Popular Tradicional na Gardunha s/l, Edição do Autor, 2004 , p.43-44 Ano1947 LocalSão Vicente Da Beira, CASTELO BRANCO, CASTELO BRANCO InformanteJosé Mendes (M),

Sem comentários: