segunda-feira, 5 de março de 2012

Estamos em tempo de Quaresma

A quaresma começa sempre na quarta-feira de cinzas e termina na Sexta-feira santa, até a celebração da Missa da Ceia do Senhor com os doze apóstolos... os católicos realizam a preparação para a Páscoa.
O período é reservado para a reflexão, a conversão espiritual. Ou seja, o católico deve se aproximar de Deus visando o crescimento espiritual. Os fiéis são convidados a fazerem uma comparação entre suas vidas e a mensagem cristã expressa nos Evangelhos. Esta comparação significa um recomeço, um renascimento para as questões espirituais e de crescimento pessoal. O cristão deve intensificar a prática dos princípios essenciais de sua fé com o objetivo de ser uma pessoa melhor e proporcionar o bem para os demais.A quaresma vai a até a páscoa quando o Senhor ressucita.
Todas as religiões têm períodos voltados à reflexão, eles fazem parte da disciplina religiosa. Cada doutrina religiosa tem seu calendário específico para seguir. A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa penitência. O roxo no tempo da quaresma não significa luto e sim simboliza que a igreja está se preparando espiritualmente para a grande festa da páscoa, a ressurreição de Jesus Cristo. Cerca de duzentos anos após o nascimento de Cristo, os cristãos começaram a preparar a festa da Páscoa com três dias de oração, meditação e jejum. Por volta do ano 350 d. C., a Igreja aumentou o tempo de preparação para quarenta dias. Assim surgiu a Quaresma.
Durante este período realizam se vários actos simbólicos com mais ou menos tradições de terra para terra No nosso concelho do Fundão várias localidades realizam a procissão dos passos, que no Fundão foi este ano o meu amigo José Luis a facultar me algumas fotos durante o seu percurso
Aqui na nossa cidade terá ainda lugar a celebração da procissão do Enterro do Senhor, com uma palestra feita por um padre no Espirito Santo onde acorrem todos os anos centenas de fiéis
A Via Sacra é tambem um acto religioso praticado em todas as localidades do nosso concelho. em algumas com muito mais relevo tendo longos percursos por pelourinhos e capelinhas, outras como por exemplo na minha aldeia Bogas de Baixo o percurso é muito mais curto sempre no interior da igreja onde se encontram as as 15 estações representando o percurso do flagelo de Cristo até á sua morte

1 comentário:

Anónimo disse...

Caro amigo

Agradeço o seu esforço em manter "vivo" este blog dedicado a a Bogas de Baixo e, no fundo, a toda a "nossa" Beira Baixa. Hoje, gostaria de corrigir uma pequena imprecisão: apesar de alguns sites o referirem (caso da Wikipédia), a quaresma não termina na sexta-feira santa com a ceia do Senhor, mas na quinta-feira santa. A razão é muito simples, na sexta-feira santa não se celebra a eucaristia. A ceia do Senhor é celebrada quinta-feira e, aí, termina a quaresma e inicia-se o tríduo pascal.

Cumprimentos

António Rui Barata