domingo, 19 de fevereiro de 2012

O que é nosso é realmente bom

Não podia ter feito um titulo mais adequado que este para os produtos que produzimos na Beira Baixa. A Beira Baixa faz parte da transição das montanhas para a planicie Alentejana e é aqui que se produzem muitos e variados produtos de grande qualidade que nós Portugueses deveriamos consumir exclusivamente, rejeitando outros artigos que eu diria que são genéricos vindos do estrangeiro. Temos as melhores carnes, o melhor fumeiro, queijos que nos deixam sempre com vontade de comer mais. Os vinhos são dos melhores do mundo, fruta variadissima que vai da cereja á maçã,não esquecendo o pessego o melão a melancia e tantos outros. O meu blogue defende as tardições da minha terra o meu blogue defende igualmente os excelentes produtos confecionados na nossa Beira Baixa, destacando se a Cova da Beira e o concelho do Fundão
A nossa região da Cova da Beira e toda a Beira Interior estiveram sempre presentes na História de Portugal. Ficaram por cá muitos vestigios Celtas Uma região com muitos "castros" - e é nesta zona que em 25 a.C. foi fundada, pelos Romanos, a Lusitânia, seguindo-se, durante o séc. V da nossa era, invasões de Vândalos, Suevos e Alanos. Já nese tempo se produzia bom vinho nas nossas terras, e hoje podemos vangloriar nos porque as gentes mais recentes souberam continuar e aprefeiçoar este gostoso nectar
Vinhos tintos: Aragonez (Tinta Roriz), Baga, Bastardo, Jaen, Marufo, Moreto, Castelão (Periquita)1, Rufete, Tinta Carvalha, Touriga Nacional e Trincadeira (Tinta Amarela), no conjunto ou em separado, com um mínimo de 80%, e Alfrocheiro. Vinhos Brancos: Alicante Branco, Arinto (Pedernã), Bical, Fonte Cal, Malvasia Fina, Malvasia Rei, Rabo de Ovelha e Síria (Roupeiro), no conjunto ou em separado, com um mínimo de 80%, e Tamarez.

Sem comentários: