quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Nas encostas da Gardunha (sempre a subir)


Iniciando a viajem a partir das margens do Zêzere em Janeiro de Cima, uma aldeia cheia de usos e costumes carregados de tradição é sem duvida um bom local para o inicio da viajem que nos levará até outras aldeias espalhadas por esta serra linda com ar puro


e subindo as encostas da Gardunha, deparamos com lugares de uma paisagem deslumbrante misturada de casario, terras de cultivo e muito arvoredo com tons de rara beleza, onde impera o pinheiro, o castanheiro, o ervideiro, e muitas outras arvores sejam elas selvagens ou de fruto.


Pelos montes da zona poente da Serra,o cenário é encantador Fala se e escreve se muito sobre a Gardunha mas quase sempre das suas saidas a norte pelo Fundão ou a Sul por Alpedrinha, esquecendo a sua saida por Silvares onde a gardunha tem um encanto maior por ser uma zona de pinhal e bem povoada Temos o caso das aldeias de Açor, Boxinos Malhada Velha, Bogas de Cima, Bogas do Meio e Bogas de Baixo, Barroca S. Martinho e ainda, Janeiro de Cima, Maxial, Ladeira e Descoberto indo mesmo até á Panegral agora abandonada

Bogas de Baixo minha terra natal

Em todas estas aldeias há um património rico que muita gente desconhece Venham passar um fim de semana de carro Jipe ou mesmo de bicicleta e sintam o quanto é bela esta encosta da serra

Partilho com todos vós algumas imagens que nos mostram como esta região é bela e calma onde podemos respirar ainda algum ar puro e estarmos em permanente contacto com a natureza

Ladeira -- Bogas de Baixo - Fundão
Bogas do Meio- Bogas de Cima - Fundão
Descoberto-Bogas de Cima-Fundão
Malhada Velha- Bogas de Cima - Fundão
Boxinos
Castanheiros do Açor
Panegral
Telhas fabricadas há muitos anos na Panegral
Esta minuscula aldeia deixou de ser habitada possuia em tempos remotos uma fabrica de telhas que fornecia as aldeias do alto da serra
Este é apenas uma pequena Mostragem do que podemos encontrar nestas redondezas

1 comentário:

Anónimo disse...

Obrigada meu vizinho pelas belas publicações que sempre nos brinda! Adorei voltar no tempo e visitar estes locais por onde um dia andei e que tantas recordações me trazem! Mil felicitações!!!
Maria José Azevedo