Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




domingo, 11 de dezembro de 2011

Em fins de outono é Linda a Beira Baixa




Saímos do Fundão Via A23 e depois de passar o tunel fomos sair na Soalheira nas encostasda serra da Gardunha,
terra que foi berço de ilustres poetas e cantores
A terra onde se fabricam quase mil queijos por dia

Colégio se S. Fiel
-A Soalheira tem queijo de excelente qualidade. O processo de fabrico é uma das principais ocupações na vila e contribui decisivamente para a economia local
O queijo de ovelha é provavelmente a maior imagem de marca desta vila situada na encosta sul da Gardunha.
Soalheira foi elevada a vila há 12 anos
No recinto da capela de Nossa Senhora das Necessidades -Realiza-se no primeiro domingo a seguir à Páscoa, (Domingo de Pascoela) a festa em sua honra, a mais importante das festividades religiosas na vila da Solheira.
Eu próprio assisti a muitas destas festas há anos atraz
A santa é a Padroeira dos necessitados e a capela a que dá o nome é um dos vários edifícios da vila que fazem parte do património da Santa Casa da Misericórdia da Soalheira


Estamos de saída da Soalheira, aqui do nosso lado esquerdo podemos ver o Hotel VILA MORENO



Entramos na estrada Nacional 18 e alguns minutos a seguir estamos a passar em Castelo Novo
localidade histórica


Contornando a encosta da Gardunha deparamos com mais uma beleza da serra
Daqui avistamos já a linda Sintra da Beira,-- Alpedrinha
A frescura da paisagem e a arquitectura granítica constroem um quadro tão característico que apetece guardar na memória por tempos e tempos. Por se situar a vila numa encosta da serra da Gardunha o ar é completamente puro. É de encher os pulmões vezes sem conta até chegar o cansaço proveniente de tal exercício.
Muitas coisas sobre Alpedrinha nesta pagina
E como a nossa Serra da Gardunha está repleta de coisas belas, lindas encostas. vistas de rara beleza até a vista não alcançar mais, vou continuar a viajem ,com mais um Cheirinho paisagistico mostarndo vos a descida para Vale de Prazeres e a própria localidade no sopé da serra




De Alpedrinha, voltei alguns Kms para traz e entrei em Atalaia do Campo e Póvoa da Atalaia fraguesia do Concelho do Fundão onde nasceu Eugénio de Andrade e onde em tempos cheguei a ter e ainda tenho alguns amigos


Fiz me á estrada e subi até Louriçal do Campo de cuja localidade vos deixo estas duas imagens uma panoramica do Louriçal e uma das suas pricipais artérias


e passando pelo Casal da Serra pequena aldeia perdida na serra onde me ligam alguns laços familiares, aldeia que eu já tinha visitado algumas vezes aqui vos deixo uma imagem da sua belissima capela
Deixámos o Casal para traz e seguimos por estrada sinuosa serra acima e chegámos a São Vicente da Beira De fundação remota, perde-se nos tempos o que foi o início de uma pequena povoação no local em que se encontra hoje a Vila de São Vicente da Beira.

Segundo reza a história, foi a mesma fundada (oficialmente) em 1173, tendo-lhe sido dado foral em 1195 pelo Príncipe D. Afonso, (futuro D. Afonso II) dizem uns, e por D. Sancho I (dizem outros) com a finalidade de ser restaurada e repovoada


Hoje é uma Vila bastante desenvolvida sendo daqui a origem das aguas Fonte da Fraga da empresa BEIRAVICENTE - ÁGUA DE NASCENTE FONTE DA FRAGA
e com varias actividades industriais e comerciais como Artes Gráficas, Madeiras Mámores, Serralharias; Construção Civil e movimentação de terras, Supermercados , Pastelarias etc etc

Em jeito de correção quero publicar o comentário de uma Beirã raiana que esclarece com muita razão a procedência do famoso queijo amarelo de Castelo Branco, acrescento ainda que a zona raiana de Idanha a Nova é muito apreciada por mim onde tenho muitos amigos e familiares
Obrigado amiga pelo comentário que a seguir divulgo
Idanhense sonhadora disse...
Olá Luís ,encontrei-o no meu blogue "idanhense sonhadora " e tive pena que não deixasse a sua opinião . Eu aqui estou a dizer-lhe que as suas imagens são lindas ...Aliás , não poderia ser doutro modo porque a nossa Beira é mesmo assim , linda !Conheço , logicamente , a sua terra , tal como o queijo amarelo ...Queria só deixar um pequeno apontamento : o queijo amarelo que mostra e que foi agora premiado em Inglaterra como o melhor do mundo entre + de 2500 queijo ,é o fabricado pela Cooperativa de Queijos da Beira Baixa com sede em Idanha-a-Nova . A atribuição foi mesmo feita ao queijo amarelo "Sabores da Idanha " .Poderá ver essa designação no rotulo , na parte inferior .O prémio atribuido há 2 anos pela revista americana Vanaty Fair é que abrange toda a produção de queijo amarelo da Beira Baixa Com a designação DOP .Desculpe estar com toda esta explicação ,mas não sei se estava dentro desses pormenores . Agradeço a imagem que mostra do "Sabores da Idanha " Esperando que não fique aborrecido com a minha intromissão , dir-lhe-ei que que gosto também muito de Castelo Novo e porque mais não fosse por ter sido aluna de D. Fernando de Almeida e com ele ter trabalhado nas escavações da Egitânia .
Espero continuar a vê-lo no meu blogue
Saudações raianas
Quina

12 de Dezembro de 2011 11:02

2 comentários:

Idanhense sonhadora disse...

Olá Luís ,encontrei-o no meu blogue "idanhense sonhadora " e tive pena que não deixasse a sua opinião . Eu aqui estou a dizer-lhe que as suas imagens são lindas ...Aliás , não poderia ser doutro modo porque a nossa Beira é mesmo assim , linda !Conheço , logicamente , a sua terra , tal como o queijo amarelo ...Queria só deixar um pequeno apontamento : o queijo amarelo que mostra e que foi agora premiado em Inglaterra como o melhor do mundo entre + de 2500 queijo ,é o fabricado pela Cooperativa de Queijos da Beira Baixa com sede em Idanha-a-Nova . A atribuição foi mesmo feita ao queijo amarelo "Sabores da Idanha " .Poderá ver essa designação no rotulo , na parte inferior .O prémio atribuido há 2 anos pela revista americana Vanaty Fair é que abrange toda a produção de queijo amarelo da Beira Baixa Com a designação DOP .Desculpe estar com toda esta explicação ,mas não sei se estava dentro desses pormenores . Agradeço a imagem que mostra do "Sabores da Idanha " Esperando que não fique aborrecido com a minha intromissão , dir-lhe-ei que que gosto também muito de Castelo Novo e porque mais não fosse por ter sido aluna de D. Fernando de Almeida e com ele ter trabalhado nas escavações da Egitânia .
Espero continuar a vê-lo no meu blogue
Saudações raianas
Quina

Luis Antunes disse...

Carissima Idanhense Sonhadora
Este seu comentário vem dar um valor acrescentado á minha postagem.
Por isso decidi publica lo na página para que todos os que nos visitam possam ler o seu reparo que é pertinente
Volte sempre e conte coisas da sua belissima região raiana
Bjsss