Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Quando jogávamos o pião


No meu tempo de escola o jogo do pião era praticado quase diariamente tanto no patio da escola antes e depois da aula ou mesmo no intervalo como ainda no largo do relveiro no adro da Igreja ou nas oliveiras frente á casa do meu avô ou seja ali mesmo em frente ao café Ponto de Econtro.
Com a evolução dos tempos essas oliveiras ainda existem mas não como espaço para brincar
Este jogo era essencialmente praticado pelos rapazes, já que as raparigas tinham outros tipos de jogos que um dia destes talvez eu traga á memória de muitas delas se publicar algo aqui no blogue.
O pião é conhecido há milhares de anos. mas antes do século XIV só era conhecido por Piorra . A partir daí conhecemos então o pião, e a piorra continuou a existir apenas com uma diferença, de maiores dimensões
Estes artigos funcionam com o enrolar de uma baraça e depois lançados ao chão.

Mas tambem bricávamos com uns outros piões miniatura que eram impulsionados com os dedos com 4 faces e em cada face uma letra R - T -P e D o que significava RAPA TIRA PÕE DEIXA por isso lhe chamava mos o jogo do Rapa . A letra que ficava para cima ganhava ou perdia conforme o caso O P tinha que por um rebuçado o T tirava um o D deixava tudo como estava e o R rapava tudo, um jogo de sorte e azar já existia no meu tempo de criança
Evidentemente que se jogava a rebuçados e a feijões.

Voltando ao jogo do Pião, tratava se de uma competição que consistia em dispor os piões no chão em circulo e o que jogava tentava tocar nos piões e projectá-los para fora do círculo e continuar por si só a girar, considerando-se fora de prova os piões que saíam desse mesmo círculo.
Evidentemente que o pião com o qual faziamos estes desafios em conjunto utilazavamos tambem individualmente fazendo disso uma brincadeira de lançar e apanhar para a mão onde continuava a rodar
O pião ainda hoje é uma realidade embora nada como no meu tempo
O ti Manuel Belchior era um técnico extraordinãrio na arte de fazer piões
algune ele me fez em varios tipos de madeira

Tinha algumas fotos desse tempo mas não sei onde param
Se alguem que leia esta mensagem possuir algo sobre isso e queira partilhar, fico á espera

Sem comentários: