Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Ecos da Gardunha


A Serra da Gardunha é uma serra portuguesa, com 20 Km de comprimento, 10 Km de largura e 1227 metros de altitude. Situa-se no centro de Portugal, na Beira Baixa. Concelho de Fundão, Distrito de Castelo Branco.

Nas abas da serra e mesmo nas suas encostas é onde se produz a melhor cereja de Portugal, com destaque para as freguesias de Alcongosta e Souto da Casa.
Outras freguesias com elevada produção de cereja: Aldeia de Joanes, Aldeia Nova do Cabo, Alcaide, Alpedrinha, Castelo Novo, Fundão.


Há várias décadas atrás havia menos cereja e mais castanha, mas, nos anos de 1930, uma doença( atacou a maioria dos castanheiros e os incêndios agravaram essa destruição. Neste momento os castanheiros existentes na serra contamm se pelos dedos, já que o repovoamento desta espécie tem estado bastante esquecida
Quem subir ao alto da Gardunha pode deliciar se avistando uma paisagem lindissima através dos varios miradouros naturais ali existentes

Através deles é possivel observar para o lado norte, a Cova da Beira e a Serra da Estrela, Covilhã e Belmonte e para a parte sul, as planícies da zona de Castelo Branco, Penamacor e Idanha-a-Nova.

Há alguns anos atraz, a Serra da Gardunha foi alvo de autênticos crimes ambientais e histórico-culturais, nomeadamente, a construção do IP2, da auto-estrada A23 e de dois túneis (um de 1580 m e outro de 300 m), que a afectaram e violentaram gravemente, provocando inclusive a secagem de inúmeras nascentes de água. Mss do mal o menos, assim as populações do Distrito em particular e do País e estrangeiro em geral beneficiaram desta grande estrutura rodoviaria. Há males que veem por bem

Com Fauna e Flora muito diversificada esta montanha ao Centro de Portugal espera a sua visita

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Esta é a musica que eu gosto

A Beira Baixa é uma região riquissima em no que diz respeito ao património musical Portugês
Muitos dos grandes cantores e poetas nacionais cantaram a Beira Baixa: só para relembrar alguns
Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Amalia Rodrigues,Fernando Lopes Graça, Arlindo Carvalho entre outros
Orquestra Tipíca Albicastrense Ex-Líbris da Beira Baixa - Fundada em 1956 ... Maria Faia; Rapsódia nº 3; Ai, Ai; Saudades da Beira; Cantigas da Beira; etc etc ...

Façam o favor de ouvir


terça-feira, 14 de setembro de 2010

Santa Luzia -- Castelejo


Teem hoje inicio as festas em honra de Santa Luzia e Santa Eufêmia em Castelejo Concelho do Fundão Distrito de Castelo Branco.
Terão o seu fim no dia 16.
A capela de Santa Luzia data do seculo XVIII e situa se num monte sobranceiro á localidade do Castelejo, no sopé da vertente ocidental da serra da Gardunha.
Segundo publicado no Jornal do Fundão, este ano retoma se o encontro de duas procissões de velas há mais de meio século interrompida.
Hoje á noite realiza se a missa na Igreja Matriz saindo depois a procissão das velas da capela Senhor dos Milagres, transportando o Senhor dos Milagres para o Santuario de Santa Luzia. Ao mesmo tempo desce uma outra procissão encabeçada pelo andor de Santa Luzia que se vai encontrar a meio da rampa, e as duas imagens cumprimentam-se, seguindo depois juntas para a capela.
Estas duas procissões contam com a participação d e centenas e centenas de Romeiros.
A festa coincide com o feriado Municipal do Fundão e haverá transporte gratuito da cidade do Fundão para o Santuario hoje antes da procissão e amanhã antes da missa campal
Certamente que isto virá contribuir para que muitos mais residentes no Fundão s e desloquem á Santa Luzia

De muitos locais do País e especialmente dfa região centro partiram já muitas centenas de visitantes e crentes da Santa Luzia que veem pedir prioteção para os seus males
Dos muitos poderes atribuidos a Santa Luzia, faz parte a proteção da vista como podem ver no video da RTP .
Este ano não vou poder deslocar me para assistir a estes grandiosos festejos, esperando voltar para o ano.
De Bogas de Baixo e sua freguesia, certamente serão muitos os meus conterraneos que se farão ao caminho, não só com devoção mas tambem para passarem uma noite repleta d e animação, muitos comes e bebes, e é o local indicado para se reverem amigos, participando de uma bela churascada e bebendo uns copos com moderação
Entretanto aqui vos deixo o grandioso programa da festa



Dia 14 de Setembro
21 Horas Missa na Capela do Senhor dos Milagres

Este ano revive-se uma tradição interrompida há mais de meio século. É na Capela do Senhor dos Milagres que será celebrada a eucaristia e de onde sairá a grandiosa procissão do Senhor dos Milagres para o Santuário de Santa Luzia.

22 Horas Procissão das Velas seguida de Sermão

A procissão das velas terá a colaboração do Corpo Nacional de Escutas, agrupamento 1335 da Aldeia de Joanes

23,30 Horas – Inicio do Programa Musical
Banda Filarmónica Perovisense
Concerto com Rui Alves e a sua banda
2 Horas – Fogo de Artificio – Pirotecnia de Silvares

15 de Setembro – Feriado Municipal
8,00 Horas - Alvorada
Arruada com os Bombos do Castelejo
Arruada com Banda Filarmónica Perovisense
10,00 Confissões na Capela do Santuário
11,30 Horas Missa Campal seguida de procissão e adeus à Santa Luzia
15 Horas Inicio do Programa Musical
Rancho Folclórico do Castelejo “ Romeiros de Santa Luzia “
Grupo de musica tradicional “ Ocaia “
Grupo de Cantares As Sementinhas do Centro de Dia de Santa Luzia
Rancho Folclórico da Soalheira
Grupo de Bombos do Castelejo

16 de Setembro
9,00 Horas - Alvorada
11,30 Horas – Missa campal com procissão em Honra a Stª Eufémia
13,30 Horas – Almoço com as tradicionais merendas
Tarde Musical com a aparelhagem a cargo da empresa “Luz e Som”
21 Horas – Animação e Baile com a actuação do Grupo Nando e Bela, no Chão Grande

Desejo muita animação para todos
Ps: as fotos e video que aqui reproduzo fazem parte de visitas anteriores

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Festa de Bogas de Baixo 2010

Para além do torneio de sueca e de muitos outros divertimentos, realizaram se pela primeira vez jogos de matraquilhos humanos que podem apreciar no pequeno video que aqui partilho convosco

Posso assegurar vos por aquilo que pude apreciar, que esta diversão desportiva foi um êxito para a juventude de Bogas. e o povo gostou


quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Final de Férias (Regresso ao trabalho)


Depois das férias nem sempre é fácil retomar a rotina laboral. São cada vez mais os profissionais que no momento do regresso se deparam com sintomas de irritabilidade, perturbações do sono ou disfunções alimentares. É a angústia do regresso, são as saudades que ficam e é acima de tudo o ter que retomar o trabalho.

Bogas de Baixo esteve durante o mês de Agosto repleta de gente em Férias, na sua maioria, emigrantes que aproveitam normalmente este Mês do ano para vir matar saudades á terra que os viu nascer.
Rever a familia e os amigos, e ao mesmo tempo descansar da labuta que travaram durante o ano em terras estranjas sempre na mira de conseguir amealhar mais uns euros para ter uma vida melhor.
É tambem habitual a realização da festa anual em honra de Nossa Senhora das Dores e Jesus Adolescente, que normalmente junta toda a gente da terra
Dizia me há dias uma amiga conterranea que esta festa é mais familiar que outra coisa
Pois é normal porque as familias e amigos se reveem e convivem, para muitos durante um mês inteiro de ferias, pese embora para outros apenas nos dias da festa, por terem que regressar aos seus locais de residencia
Este ano não foi diferente dos anteriores, embora com alguma diferença para melhor.
Eu pessoalmente vim encantado pela forma como esta festa decorreu, Convivi com os amigos e familiares
Outros amigos que tambem estiveram presentes teem a mesma opinião. Muito por causa do esforço de meia duzia de carolas que estiveram empenhados com o seu esforço para que isso acontecesse.


Aos meus carissimos amigos e conterraneos que já se encontram nos seus paises de residencia quero desejar um optimo ano de trabalho e até para o ano.
Lá estaremos todos juntos mais uma vez para matar saudades e assistir ás festas de Bogas
Para todos os outros que ficaram na terra ou que habitam em qualquer outra parte deste nosso Portugal, o meu abraço e até sempre