segunda-feira, 23 de agosto de 2010

A Calamidade dos Incêndios

Como os meus amigos podem verificar pela imagem do cabeçalho deste Blogue, Bogas de Baixo está rodeada de uma extensa e linda mancha de pinheiros e não só.
Felizmente as autoridades autarquicas de Bogas conseguiram adquirir uma viatura todo o terreno equipada com motobomba e agulhetas para acudir aos primeiros focos de incêndio
Mas infelizmente nunca será completamente eficaz enquanto houver mãos criminosas a atear fogo nas nossas matas
Muitas vezes tambem por nigligência o incendio acontece. Agora com mais possibilidades porque as nossas aldeias estão muito mais repletas d e gente que sem querer podem provocar um desastre desta envergadura
A festa de Bogas como todos sabem realizou se a 7 8 e 9 de Agosto, mas cumpriu se rigorosamente a lei
Não houve foguetes nem outro tipo de fogo que provocasse danos
No entanto poucos dias depois deflraga um enorme incendio com inicio nos arrabaldes do Urgeiro percorrendo toda aquela encosta do Penedo Mosqueiro chegando ao Orvalho


Pelas imagens que consegui copiar duma pagina da Diana Gomes verifico que a quinta do Fojo ficou resduzida a cinzas tendo sido as suas casas devoradas pelo Fogo
É certo que este local desde que o meu tio António faleceu e a minha tia Emilia se radicou na aldeia, tudo ficou ao abandono tendo criado ano após ano montes de mato e palha seca que seriam certamente altamente inflamáveis.
Sinto um enorme desgosto ao ver estas casas onde pernoitei algumas vezes e onde me lembro de ter passado bons momentos. Agora serem devoradas pelas chamas

Toda a gente, Bombeiros, Proteção Civil, Governo e outras autoridades governamentais e aurtárquicas não se cansam de alertar para o perigo eminente de incendio, mas muita gente parece não saber ler, outros com falta de audição, não cumprem as regras e depois acontecem acidentes e desgraças desta envergadura

Esperemos que o arvoredo que circunda a nossa aldeia possa ser preservado com a ajuda de todos

Sem comentários: