Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




quarta-feira, 30 de junho de 2010

Festa de Nossa Senhora das Dores em Bogas de Baixo

Já todos os meus conterraneos e seus amigos devem ter conhecimento da realização da Festa em Honra de Nossa Senhora das Dores e Jesus Adolescente na nossa aldeia de Bogas de Baixo, da sua data e da sua programação tambem.
Mas para outras pessoas interessadas especialmente os leitores do Blogue, aqui deixo hoje. um mês e uma semana de antecedencia o Cartaz das festas de Bogas de Baixo 2010

Durante estes tres dias de festa, a programação é a que a seguir podem ver









Lista de Mordomos


Mordomos da Festa


David Roque
Luís Miguel Gomes
Alfredo Fatelo
Gabriel Custódio
Sérgio Gomes
Jorge Barata
Alexandre Silvestre
António Natário
Tânia Barata

Gonçalo Sequeira
Stephanie Gomes
Tiago Barata


Para informação mais detalhada com todas as actividades ludicas que irão acontecer nestes tres dias, nada melhor que consultar o site próprio da festa, pressionando com o rato neste Link

E agora é só esperar mais uns dias para podermos divertir nos em Bogas

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Aldeias da Serra

Continuando a mostrar ao mundo a nossa bela Gardunha vou publicar algumas fotos mais de lugares lindos das nossas aldeias
Ãlgumas (poucas fotos) são retiradas da net pelo que desde já peço desculpa aos seus autores se forem divulgadas, mas acho que isto só contribui para melhor avaliar as nossas paisagens

Da Panegral resta a recordação

Este pequeno lugarejo situado no Pico da Serra da Gardunha (Cabeço do Zibreiro) acabou por ficar ao abandono já que os seus antigos habitantes faleceram e os descendentes passaram a habitar outras paragens
Alguns deles fixaram se na aldeia do Açor ali bem perto, pessoas que conheço pessoalmente, tudo muito boa gente
Como podem verificar pela foto, houve em tempo remoto uma fabrica de telhas na Panegral
Tudo muito á base do artesanato mas que ainda hoje existem
Há dias passei pelo alto da Panegral e ainda lá continuam as ruinas das suas antigas habitações

A Ladeira de Nossa Senhora do Carmo, é mais um lugar mitico que jamais vou deixar de ver e rever. Jamais vou deixar de divulgar tamanha beleza
Este pequeno Povo hoje mais perto do resto do mundo por ter já uma via de acesso ao nivel das boas estradas, pertence á Freguesia de Bogas de Baixo aonde ainda hoje se deslocam para assoistir á missa ou tratar d e algo relacionado com a Junta.
A Ladeira é um sitio que vale apena visitar. Podemos até chamar lhe o Piódão da Gardunha
as suas casas teem umtraço antigo que vistas de perto nos dão a sensação de estarmos a viver tempos remotos





Bogas de Baixo; aldeia que tem vindo a modificar se nos ultimos anos no rumo das aldeias desenvolvidas do nosso País, é por sinal a musa inspiradora do meu blogue.
Vai haver festa rija em Bogas nos proximos dias 7 8 e 9 de Agosto Vou tentar ajustar o tempo para poder estar presente este ano já que no ano passado estive uma semana antes da festa de visita á aldeia
Se mais razões não houvesse, bastava uma, sou natural desta linda aldeia, embora muito afastado dela por longos períodos, cada vez gosto mais de visitar, e me inspira a escrever e publicar imagens da nossa bela região

quinta-feira, 24 de junho de 2010

3º Aniversário do Ecos da Gardunha


Parece que foi ontem !!!
É muito bom verificar que 3 anos já passaram desde que o blog nasceu!
Para ilustrar aonde chegamos, sem querer ser muito ‘chato’ vou mostra vos alguns números:
- Estamos a atingir o número de 90.000 visitantes. O total, neste preciso momento em que escrevo, é 88.388!
- A página contem 348 postagens as quais receberam dos leitores amigos que me visitam a linda soma de 922 comentários
- Uns dias depois do inicio do blogue instalei um contador que mostra de que locais são os visitantes do blog. Recebemos visitas de todos os cantos de Portugal e de mais de 100 países diferentes!
- A média diária de visitas vem crescendo e ultrapassa muitas vezes as 100!

Para comemorar a data, procurei não ser diferente e escolhi 2 aldeias da serra da Gardunha
O blogue vai continuar e sempre mostrando imagens e escrevendo sobre a nossa região sobretudo d e Bogas de Baixo e Serra da Gardunha

Aldeias da Gardunha

Vou hoje dar inicio a uma sequencia de postagens no sentido de mostrar e divulgar as aldeias da Serra da Gardunha
E nada melhor que começar com duas aldeias que se situam lá mesmo no topo na Maunça e Monte Alto

















São elas o Açor e os Boxinos
O Açor sobejamente conhecida em toda a região e não só , pelo seu rancho Folclorico os Pastores do Açor que por sua vez organizam grandes eventos destacando s e sem duvida as Artes e Sabores da Maunça
Normalmente este evento tem lugar no mês de Novembro, que traz consigo os primeiros rigores do ano, o cheiro das castanhas assadas, o sabor dos licores e de muitas outras delícias gastronómicas. No Açor, em pleno coração da Serra da Maúnça, (Gardunha) na Mostra de Artes e Sabores de Maunça, ou Festa da Castanha, provam-se os maranhos, o coelho em azeite, a chanfana, o feijão com couve, numa festa gastronómica com muito para ver, sentir e saborear. Para digerir tudo isto ao som da música tradicional beirã, ao som dos Bombos e do rancho folcrorico os Pastores do Açor, nada melhor que uma aguardente de medronho. A não perder!


Provem tambem as filhós preparadas pelo casal Manuel João, eu já provei e são maravilhosamente gostosas






Agora fiquem tambem a conhecer uma pequena aldeia que pode ser vista por satélite neste endereço, basta clicar em Boxinos
é uma aldeia que dá gosto visitar por muitos motivos
o ar puro, as suas gentes (infelizmente muito pouca já) pela paisagem e pela gastronomia

Como podemos verificar pela imagem, esta aldeia situa se muito perto do parque Éolico da GardunhaCliquem para ver esta belissima pagina fotografica

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Maravilhas da Gardunha


A serra da Gardunha é sempre bela todo o ano, mas é nos meses de Junho, Julho e Agosto que nos podemos deslumbrar com magnificas paisagens e sobretudo deliciar nos com gostosas cerejas da Cova da Beira as melhores do mundo, para além de muitas varierdades de fruta que nesta região é sempre de grande qualidade

Tenho um amigo que vai ver estas fotos certamente e vai identificar algumas que lhe são queridas, tenho a certeza

Para todos os que conhecem a serra da Gardunha, esta é mais uma sequência de imagens que estarão habituados a ver sempre que se deslocam a esta bela região.
Para os que ainda não conhecem é de certeza um aliciante para os fazer vir até cá.






Dos estrangeiros que nos visitam, destaco os Holandeses que adoram esta serra fazendo férias na região enchendo muitas vezes o Parque de Campismo do Fundão em plena serra, com as suas caravanas
É linda a Serra da Gardunha que para alem da sua fauna e flora é tambem muito povoada, tendo nas suas encostas varias vilas e aldeias com tradições ancestrais.
Nesta altura é mesmo a cereja a rainha
Centenas de toneladas saiem daqui com destino não só ao resto do País mas tambem para varios paises da Europa

Façam férias em Portugal e aproveitem as maravilhas que a serra da Gardunha e a Cova da Beira vos podem oferecer

A seguir publicarei Aldeias da Gardunha

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Fim de semana na Gardunha


A Serra da Gardunha uma das mais altas elevações de Portugal Continental, com 20 Km de comprimento, 10 Km de largura e 1227 metros de altitude. Situa-se na Beira Baixa, Concelho de Fundão, Distrito de Castelo Branco. A Serra da Gardunha também é conhecida por Guardunha (palavra árabe que significa "refúgio". Esta zona é a capital da produção de cereja em Portugal, com destaque para as freguesias de - ALCONGOSTA - SOUTO DA CASA - ALCAIDE e ainda - ALDEIA DE JOANES - ALDEIA NOVA DO CABO - ALPEDRINHA - FUNDÃO.Há várias décadas atrás a produção dominante era a castanha mas, em 1930, uma doença atacou a maioria dos soutos (conjuntos de castanheiros). Os incêndios agravaram essa destruição.
Passear por esta serra é um previlégio
Tive a sorte de poder ter ido no fim de semana de 12 e 13 de Junho visitar este local maravilhoso.





Passei por lugares d e rara beleza, provei a optima cereja do Fundão directamente da própria arvore
Aproveitei para ver ainda o rescaldo da grandiosa festa da cereja em Alcongosta, que é por mérito próprio a rainha desta fruta
Alcongosta é uma aldeia localizada em plena serra e foi sempre uma localidade repleta de produtores e comerciantes de Cereja e é com todo o mérito que realiza uma festa desta envergadura.
Ruas engalanadas, tasquinhas abertas ao publico onde se comercializou para além da cereja, outros produtos fabricados á base da mesma, tais como artesanato, doces, compotas, licores, e até houve quem apresentasse um perfume, um creme e um sabão á base de cereja
Segundo me disseram vieram cento e cinquenta excursões mais de vinte mil visitantes e comercializaram s e mais de 30 toneladas de cereja

e esta heinn?!!!!!!!!!!!

terça-feira, 15 de junho de 2010

Gentes da Beira em destaque


Cavaco Silva atribuiu no Dia de Portugal, em Faro, o título de Comendador da Ordem Civil a Joaquim Morão, ao actual presidente da Câmara de Castelo Branco. O autarca tem servido a causa pública há várias décadas, não só como presidente das câmaras de Idanha-a-Nova e (desde há 14 anos) Castelo Branco, mas também como acontece actualmente com os cargos de presidente do Fórum Ibérico das Cidades Amuralhadas, vice-presidente da Associação Nacional de Municípios, presidente da Associação de Municípios Raia Pinhal, ou provedor da Santa Casa da Misericórdia de Idanha-a-Nova, entre outros. Joaquim Morão tem tido também uma forte ligação a associações de carácter humanitário, como é o caso dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco e Idanha-a-Nova, por exemplo.

De acordo com a Presidência da República, “o título Comendador por Ordem de Mérito Civil tem o objectivo de galardoar actos ou serviços meritórios, praticados no exercício de quaisquer funções e prestados numa das seguintes áreas: social, educação, agrícola, comercial ou serviços, e industrial, que mereçam ser especialmente distinguidos”.

O autarca diz ter sido apanhado de surpresa com esta distinção. “Nunca lutei por honrarias, pelo que quando recebi o telefonema foi uma surpresa”.

Cavaco Silva condecorou ainda o jornalista da TSF, Fernando Alves, natural do concelho de Proença-a-Nova.


Ka/Reconquista

terça-feira, 8 de junho de 2010

A Gardunha sempre á frente


Esta semana soube através do Jornal do Fundão, aliás minha unica fonte de informação do que se vai passando pelos nossos sitios, que as Associações Fundão Serra da Gardunha, Gardunha Viva, Montanhismo do Fundão com o apoio da Junta de Freguesia, realizaram a XlV marcha noturna pela Serra da Gardunha.
Que pelo motivo de atravessarem lugares de rara beleza e com a camaradagem que é uma garantia nestes convivios foi concerteza um exito

Tambem a ADXTUR - Agencia para o Desenvolvimento Turistico das Aldeias de Xisto, que muitos eventos tem levado a cabo cá na nossa serra como por exemplo na aldeia do Açor, Malhada Velha; Barroca, Janeiro de Cima etc, vai realizar passeios pedestres por locais fantasticos.



.
O Ciclo a Pé pelos caminhos do Xisto que vai decorrer pelas aldeias de Xisto até Outubro, vai já nestes proximos dias 10 11 12 e 13 deste mês realizar 5 caminhadas em plena Serra do Açor soberba em Trilhos de rara beleza que nos enchem de recordações fantasticas e paisagens deslumbrantes.
Uma grande oportunidade para os que ainda não conhecem poderem em 4 dias ficar a conhecer lugares de muita beleza e tradição. Para os que já conhecem é tambem uma boa ocasião para aproveitarem uma revisão a estes sitios cheios de ar puro e gentes e locais fantasticos
É muito bom irmos sabendo que eventos desta natureza s e vão realizando pelos nossos sitios, pela nossa região

sábado, 5 de junho de 2010

Só vendo, contado não dá para acreditar


Há algumas profissões ancestrais que continuam a ser praticadas por gente jovem do nosso tempo
Em Silvares isso acontece, com um jovem de 32 anos a abraçar a profissão de ferrador, embora os burros e os bois sejam cada vez menos
mas o Jornal do Fundão inseriu esta noticia numa das suas edições deste ano que podem consultar no link aqui inserido
Não esteve com meias medidas e vai daí montou uma forja ambulante