Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




sábado, 26 de setembro de 2009

A Colheita

Mês de Setembro é o mês em que nas nossas aldeias se fazem varias colheitas, tais como apanha da maçã, da uva com que de seguida se produz o bom vinho caseiro

E muito especialmente o milho que muitas pessoas ainda teimam em cultivar, e ainda bem
Pois é sobre o milho que vou mostrar como ele foi parar ás arcas
Primeiro foi semeado na nossa regadia onde ficou na terra até ficar maduro e amarelo a ponto de ser colhido
Daí procedece se á descamisa,destona
quem não se lembra ainda quando havia abundancia, das grandes destonas ao ar livre?
Depois de destonado e após poucos dias é levado para as lojas para ser debulhado.


Embora haja já na nossa aldeia quem utilize processos mecanizados, há ainda quem o faça como antigamente, como tive a oportunidade de assistir há poucos dias


Depois é em seguida transportado para o soalheiro a fim de ficar bem seco para ser guardado nss arcas e mais tarde ser utilizado para os diversos fins a que se destina, especialmente pão de milho (broa sempre deliciosa). Setembro está a acabar e com ele chegou o Outono . O sol passa a aparecer menos vezes, as folhas começam a adquirir varias tonalidades no seu envelhecimento e a cair por terra

6 comentários:

Maria Lúcia disse...

No norte de Portugal, chamavam-se "desfolhadas". Assisti a muitas, quando era criança. E, se um felizardo achasse uma espiga de milho vermelho, podia beijar as moças presentes.
A desfolhada era uma festa.
Parabéns pelos seus "Ecos"

Joaquim Angelo disse...

Olha a sorte que estas ricas massarocas de milho têm, porque o calor é bastante para a época e a razão que vai ficar bem seco,este trabalho não abunda como há quarenta anos a traz nessa altura havia muito mais produção, e criava-se mais riqueza.

Luis Antunes disse...

Maria Lucia
é verdade que no norte de Portugal se chamam desfolhadas
Há muitos anos atraz eu assisti a algumas na zona de Braga mais precisamente nas Taipas
era uma alegria enorme fazer se o vinho na mesma ltura das desfolhadas
Portugal é um país de lindos costumes e alguns ainda são preservados
bjjjs
Fui ao teu blog e decidi segui lo

Maria Lúcia disse...

Luis,
Assistí a muitas,em minha casa paterna, pois vivi em Portugal vinte e tantos anos.Em minha casa, faziam-se desfolhadas, especialmente aos sábados à noite e muitas pessoas compareciam para ajudar, sem cobrar nada. Ao final, geralmente, umas "concertinas" animavam a festa e pão de milho fresquinho e vinho eram servidos para todos.Era uma grande festa, embora meu pai (que Deus o tenha), não gostasse muito da música, pois achava que ficávamos muito expostos e ele era muito discreto. Meus irmãos tratavam de tudo sem ele saber e quando o sabia, já não podia voltar atrás, pois tudo já estava organizado.
De vez em quando, visito os blogs de Portugal e muitas das tradições me vêm à mente. Sou natural de Laúndos - Póvoa de Varzim,Norte de Portugal, um pouco longe de Bogas, que fica no Sul.
Seja bem-vindo ao meu blog a Nossa Senhora, de quem sou devota.
PAZ!
Abraços.

Ana e Bia disse...

Só tu para me trazeres doces lembranças da minha infância.
Ainda bem que existes para nos mostrar as coisas belas do nosso país.

be disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,