Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




sábado, 28 de fevereiro de 2009

AS ROSCAS de Bogas (perderam o pio)

Como já vimos pelos comentarios postados numa mensagem anterior, em Bogas de Baixo existiu em tempos um grupo com o nome de ROSCAS
Engraçado, já sabemos que havia a rosca Pedra do Urso, mais nenhuma se desmascarou.
Estavamos todos á espera que viessem a publico desvendar os seus titulos
Será que tambem havia uma rosca de chocolate? uma rosca de pão?


ou até mesmo uma rosca de bolo como estas que se fabricam por exemplo em tras os montes e são mostradas e vendidas nas festas de São Gonçalo


Em Bogas as roscas eram outras e pelos vistos até era um grupo numeroso para uma aldeia que nem é assim tão populosa.
naquele jantar da barragem de santa luzia eram mais de 60
onde estão??

entretanto para recordar as roscas deixo vos uma receita das mesmas

---------------------ROSCA DOCE DE FRUTAS------------------
Ingredientes do fermento básico

2 colheres sopa de açúcar
2 tabletes de fermento para pão - 30 g
1 copo americano de leite morno - quase frio

1 copo americano de farinha de trigo
Modo de preparo


Junte todos os ingredientes, misturando bem e deixe dobrar de tamanho.

Ingredientes da massa

2 colheres de sopa de manteiga ou margarina
2 ovos
1 colher de chá de sal
4 copos americanos de farinha de trigo
4 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa de canela em pó
2 copos americanos de frutas cristalizadas picadas
2 gemas para pincelar a massa
açúcar granulado para polvilhar
Modo de preparo

Reserve as frutas, o açúcar - a canela e o açúcar granulado.

Acrescente ao preparo de fermento: todos os ingredientes molhados, misturando bem com um garfo. Agora adicione aos poucos a farinha misturando primeiro com o garfo e depois passe a sovar com as mãos até que a massa fique bem macia. Deixe descansando por 1 hora.

Agora abra em formato de retângulo com um rolo, polvilhe com o açúcar misturado com a canela e por cima as frutas cristalizadas. Enrole como rocambole dando acabamento nas bordas.

Em forma redonda untada, acerte o pão em formato circular unindo suas pontas e deixe descansando até dobrar de tamanho novamente ( 1 a 2 horas).

Pincele suavemente o pão com as gemas e coloque em forno médio - 175° - pré-aquecido, durante 30 a 40 minutos. Retire e ainda quente polvilhe com o açúcar granulado.

Agora meus amigos antigas roscas
deliciem se com esta ROSCA

(fotos tiradas da net)

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Desastres naturais


A calamidade dos incêndios
Lembram se todos seguramente destre brutal incendio que cercou a nossa terra, tendo havido ainda algumas habitações em perigo




Para contrastar com a época de incendios, aqui temos uma imagem da ribeira de Bogas a rebentar pelas costuras com a regadia toda debaixo de agua e alguns quintais tambem inundados

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Foi há 53 anos


(clic na foto para ver tamanho real)


Pois foi..
passaram já 53 anos desde a altura que este grupo tirou esta fotografia
Ainda ha quem se lembre
Eu por exemplo ja tinha 9 anos e nessa altura como podem ver a juventude em Bogas já era bastante interessada em aprender, em estudar e conseguir ultrapassar muitas barreiras para hoje serem pessoas já com idade mas que nada lhes custou sentir que o mundo estava a evoluir
Esta foto mostra nos as raparigas desse tempo em Bogas de Baixo que frequentaram um curso de corte e bordados promovido pela SINGER
. A professora chamava-se Maria do Incenço (originaria de Castelo Branco). E a foto foi tirada na frente do salao (casa paroquial naquela época).

as pessoas na foto :

ajoelhadas da esquerda para à direita:
-Ascençao (filha do ti joaquim mota); Etelvina; Fatima; Judite; Maria José (da ti natividade); a professora de pé ; Maria-José Roque; Maria de jesus; Georgina; Lurdes (Cambas) e Idalina.

De pé, da esquerda para à direita :
-Bernardete (sozinha)
-Maria Barata, Teresa, Iria, Maria-Lucilia; Tia Maria de Jesus (irma do tio Joao Agostihno); Preciosa do tio Zé Adelino; América, Maria (Porto de Vacas), tia Irène, Maria Marcela (mulher do luis Simao), Lipondina (Dornelas); Etelvina (irma do Anibal bigodo);

Ao Lado da professora : Esperança (irma do Adelino); Elena; Natalia e Maria de Jesus Gaspar(Urgeiro) e a mulher atraz é irma do padre Branco. E ao lado : Natividade


PS:-Esta postagem foi possivel com a ajuda da Elsa e da sua mãe Maria José que fez parte do curso

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Aceitam o desafio?


Hoje quando estava a rever umas fotos captadas pelo Carlos Nunes lembrei me de lançar um repto aos boguenses que normalmente visitam o blogue
Esta juventude que há alguns anos atraz posaram para estas fotos e muitos outros que normalmente visitam o blogue, atrevam se a deixar um comentario , não custa nada escrever qualquer coisa e darem me o prazer de saber quem são os meus conterraneos que visitam assiduamente esta pagina




algumas pessoas que vemos nestas imagens estaraão concerteza dentro daquele numero que quase diariamente matam saudades da nossa terra, vindo até aqui e revivendo alguns momentos vividos com alegria em Bogas
por exemplo a Elsa diz:
Nao posso esquecer aquele jantar da malta malta de Bogas!!!foi no dia 16 de agosto 2002 !!! Lembro-me bem, porque depois de termos ido até ao bar da barragem de santa Luzia, a malta foi toda para à festa de Bogas de Meio! Eu nao fui e o Anibal tambem nao, porque nessa noite, no campo da bola de Bogas, ele fez-me o pedido de casamento!!! e no 16 de agosto 2003, casámos!!! Elsa




Vá lá escrevam qualquer coisa nem que seja para dizer:
OLA PASSÀMOS POR CÁ

espero poder verificar que o blog tem algum interesse, é para isso que escrevo

Aqui fica a explicação de alguem que fez parte deste grupo

A Elsa disse que nunca esqueceu este jantar e esta noite por motivos bem pessoais, e eu tambem nao me esqueci deste jantar da malta na barragem de santa luzia pois foi o maior(em numero de participantes)feito até hoje,
eramos 60 e tal.Fomos ao bar da barragem e depois festa de Bogas de meio e agora imaginemnao havia quase ninguem na festa e nos chegamos pois era-mos muitos e "fizemos a festa".Foi mesmo muito divertido...

Temos depois 2 fotos das eleiçoes das "roscas"...Este grupo foi criado talvez em 1999/2000(não me lembro)mas nao durou muito,
nas fotos vemos o acto da eleiçao do presidente,secretàrio e tesoureiro e se me lembro houve 3 listas concorrentes.Todos pagavamos cotas, e o dinheiro arranjado era para passeios ou jantares.
Ass:rosca PEDRA DE URSO

A ultima foto é o reencontro da malta(jovens e menos jovens)antes da festa de Verão pois em Bogas na sexta feira antes da festa faze-se um jantar jà á Portela no recinto da festa e o dinheiro jà é para ajuda á comiissão, éra uma oportunidade de estar-mos todos juntos e ajudar-mos a festa.
Beijos Cristina Simao


A todas as "roscas" adorei a sua organização. E a história do corrimão então...ótima. precisamos de idéias assim aqui no Brasil. Adorei também os nomes das roscas, genial...
Teresa



Em relaçao ao nome das roscas,e para responder à amiga Teresa,nao sao por acaso,tudo tem uma historia.
E jà agora faço um apelo às"roscas"
para deixarem aqui uma palavrinha.
Beijos.

Rosca Pedra de urso.

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Desafio

Recebi da amiga Lurdes autora do blog O AÇOR o desafio de escrever publicamente coisas que eu gosto e coisas que eu não gosto
As coisas que eu gosto são muitas muitas que não haveria tempo suficiente para descreve-las todas, mas vou dizer as 3 principais que adoro e as 3 que detesto
Primeiro: Adoro viver. A vida é a arte do encontro, embora haja muitos desencontros pela vida fora,mas nunca deixo de pensar que o simples facto de existir já é divertido
Segundo: adoro passear, conhecer outras regiões, outras gentes e cativar a amizade de muitos
Terceiro:Gosto muito da minha familia, dos meus amigos. A familia é a união, é o lar,são as pessoas com quem convivemos diariamente,
os amigos,.... bem os amigos são aqueles que me dão um pedacinho de chão,
quando preciso de terra firme,ou um pedacinho do céu,
se é o sonho que me faz falta.

Amigo é muito mais que um ombro amigo,
é mão estendida, mente aberta, coração pulsante.

Agora as tres coisas que eu não gosto mesmo
Do governo que temos no nosso país (sem comentarios)
Não gosto de ver maltratar as crianças porque são inocentes e ainda não chegaram a perceber quanta maldade existe neste mundo
Não gosto de ver maltratar os animais porque quanto mais conheço os homens mais admiro os animais
Quanto a ter que desafiar mais tres pessoas bloguistas,
prefiro desafiar os blogues,http://angel-acasos.blogspot.com/
http://pedacosdealcongosta.blogspot.com/ e o meu caro amigo Assunção da http://vozdogoulinho.blogs.sapo.pt/

Não foi facil

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Estamos de Parabens

Foi com a ajuda de todos vós a certeza de termos atingido hoje as 40.000 visitas (quarenta mil)em pouco mais de ano e meio de vida, Ecos de Bogas de Baixo festeja com todos vós significativo e simpatico numero de 40.000 visitas
scraps para orkut

O meu propósito é continuar a divulgar a minha terra, esta linda aldeia situada no interior profundo de Portugal perto das margens do rio zezere entre as serras da Gardunha, Estrela; Açor e Moradal
Conto com a vossa participação como o teem feito até aqui
obrigado

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Lar de noite em Bogas



Lar de noite pode ser uma realidade

Tivemos conhecimento que o Presidente da Junta de Freguesia de Bogas de Baixo e outras entidades competentes,trabalham para que o Lar de Dia venha a ser tambem Lar de Noite, mediante algumas obras a concretizar mesmo ao lado do existente.
Oxalá que isso se concretize para bem de todos e mais concretamente dos nossos idosos que não podem e não devem ficar sós em suas casas.
Falou se tambem em tempos não muito distantes na construção do Posto médico, que actualmente esta instalado na Sede da Junta.
Seria um melhoramento de utilidade para todos, mas as eleições estão muito proximas e o País navega em aguas muito baixas. As possibilidades de concretização são muito remotas
Tambem não quero deixar de informar os que ainda não tenham conhecimento, que o Presidente da Junta, António Roque, ao qual se devem muitos melhoramentos realizados na freguesia, foi ha pouco tempo submetido a uma rigorosa intervenção cirurgica, encontrando se ainda em convalecença e ao qual todos desejamos rápido e total restabelicimento

(noticia inserida no Jornal do Fundão de 12-o2-2009)


Antes desta noticia ter sido divulgada, tive o prazer de trocar impressões com o António Roque em sua casa e verifiquei com satisfação que o seu aspecto fisico era explendido e a sua vontade de voltar rapidamente ao trabalho era uma determinação
Falamos sobre a eventualidade de o Centro de Dia passar a ter alguns quartos para que as pessoas que vivem sós possam estar mais acompanhadas. Falámos tambem noutras infraestruturas que Bogas nescessita para o bem da sua população, e notei uma vontade que ja todos lhe conhecem de ir em frente com obras para o progresso da nossa terra e bem estar das suas gentes.
É verdade que se aproximam as eleições e o País está a nadar em seco, mas costuma se dizer que em equipa vencedora não se mexe.
Aproveito esta oportunidade para desejar ao António e á sua esposa um rápido e optimo restabelecimento e um abraço

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Gentes da nossa terra (XV)

Para terminar esta primeira mostragem de fotos antigas de GENTES DA NOSSA TERRA
não podia deixar passar a oportunidade de mostrar mais uma familia conceituada e muito conhecida na nossa região
trata se da familia Belchior

O ti Manuel Belchior Junior , ao serviço do Exército Português não posso precisar a data mas será aproximadamente a 1927.
Casou com Preciosa Dias dos Prazeres (ti preciosa do Oldeiro), desta união nasceram 11 filhos, (2 dois quais faleceram ainda em tenra idade). Alberto (falecido em 2008), Eugénio (falecido), Maria da Luz, Encarnação, Olivia, Elvira, Natividade, Maria José e Maria do Rosário.
Manuel Belchior faleceu aos 52 anos.


A ti Preciosa faleceu em 1997

PS:
A partir de agora paremos um pouco com a divulgação das pessoas mais idosas podendo no entanto passar a publicar as gentes mais jovens dos anos 1970,80 e 90 se acharem interessante

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Gentes da nossa terra (XIV)

Meus carissimos visitantes e amigos
hoje vou postar umas fotos muito antigas de gentes da nossa terra que graças á Susana e á Carmina, me chegaram ás mãos.
Evidentemente que não me recordo dos nomes de todos mas lembro me deles...
Acho que nem mesmo os participantes das fotos se lembrarão que elas existem e vão deixar transparecer um sorriso nos lábios ao recorda las

Esta foto mostra nos o casamento da Virginia Frade e do José Dias Antunes
1 Zé Artur
2 Prima da noiva (de uma aldeia vizinha AZIRAL)
3 Maria Silvestre
4 Teodoro (Janeiro de Cima)
5 Filomena
6 Prima da noiva (de uma aldeia vizinha AZIRAL)--- 7 Zé Dias Frade (Zé das Macacadas)
8 Prazeres Frade
9 Adelino Simão
10 Anibal Frade---11 Natália---12 Joaquim Silvestre (Joaquim Asadinho)
13 Alda Chamiça---14 América----15 Maria Marcela



Da esqª para a dtª,
Em cima, Luís Simão e José Frade
Em bxº, Tadeu Alves e Alfredo Gama



e nesta veem se o Zé Frade e o e o João da Silvosa ao centro sentadinho está o Eugénio Belchior



esta foi a equipa que inaugurou o campo de futebol da Ramalheira num dia em que sofreram uma goleada contra uma equipa de estudantes da Beira Serra

Em pé e da esq. para a direita: Macário, António Gama, Elísio, Zé Gomes,Zé de Carvalho(falecido) Luís Alves e (este senhor já n me lembro como se chamava pois não era de lá)
Em baixo Daniel Gama,P. Hermínio,Jorge Gama, Adriano Frade e Vítor Mota.
Do que me lembro a nossa equipa sofreu uma goleada mas valeu pela festa

ricos tempos heinnnn?????

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Gentes da nossa terra (XIII)

É com prazer redobrado e muita emoção que hoje publico a foto de tres pessoas que me são muito queridas


Ana Godinho (minha mãe) Anunciação e Emilia Godinho, minhas tias

As tres irmas que com a minha tia e madrinha Felicidade,residente em França e do meu tio e Padrinho José Agostinho, coontinuam entre nós e que Deus as conserve alguns anos mais na nossa companhia

nesta foto podemos ver o meu Avô Antonio Agostinho o meu tio António do Fojo e o meu Tio José Agostinho mais conhecido por (Zé Ferreiro)

Nesta podemos ver a minha madrinha Felicidade e o marido Lourenço (falecido) meus tios
Qualquer das duas fotos foram tiradas no dia do meu casamento já passaram um bom par de anos
Infelizmente tres dos irmãos ja nos deixaram a minha tia Maria Rosa, o meu tio Manuel e o meu tio Joaquim que faleceu ainda na sua juventude em acidente no seriço militar (que Deus os tenha em sua companhia no eterno descanço

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Gentes da nossa terra (XII)

Cabe hoje aqui recordar mais uma familia muito conhecida na nossa terra e não só

Estou a referir me ao casal Dona Natividade e Joaquim Gama (Joaquinzito) como me lembro de tratar com carinho
Da União deste casal nasceram tres filhos o Alfredo, o Herminio e a Maria
Aqui tenho que me referir ao Alfredo como tendo sido ele quase o motor de arranque para a existencia deste blog, por me ter cedido alguns excertos da historia antiga de Bogas de Baixo

Aqui o Vemos nos seus tempos de jovem com a sua esposa a Maria da Luz filha da ti Preciosa do Oldeiro


Aqui vemos novamente o casal Natividade e Joaquim acompanhados da sua filha Maria

Para os familiares vivos e especialmente para as netas aqui vai aquele abraço
obrigado Susana

Gentes da nossa terra (XI)



gente simpatica o Adelino Simão e a sua irmã Emilia que eu sempre conheci por Emilia de Admoço
Conversei com eles no Centro de Dia e achei os com um optimo aspecto e á primeira vista felizes, sorridentes.
daqui vai o meu abraço


««««««««««««««««««««««««««««««««««««»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»



Uma Senhora simpatica que encontrei tambem no Centro de Dia e com quem troquei algumas palavras inclusivamente para dar lhe um elogio pelos lindos trabalhos que ainda faz em bordados
é a Dona Maria José Barata que casou com o Sr Alberto Batista das Meãs (falecido) um casamento de 47 anos do qual nasceu um filho que vive actualmente no Porto
quem nunca foi á loja do Sr Alberto abastecer se de alimentos ou apenas beber uma bebida?
Foi um optimo comerciante, tendo sabido sempre cativar a simpatia e admiração das gentes da nossa terra

Gentes da nossa terra (X)

Na continuação daquilo a que me propuz, divulgar as nossas gentes, os nossos amigos, os nossos conterraneos, venho hoje publicar mais algumas fotos de gentes por quem tenho muita amizade e respeito


A Maria da Soledade e o seu marido Joaquim Barata Nunes

Os seus filhos todos eles deixaram tambem a nossa terra para se fixarem noutras partes do pais e estrangeiro com a finalidade de terem um nivel de vida que em Bogas certamente seria impossivel
São eles o Armindo, a Cecilia, a Virginia,o José,o Anibal a Fatima,o Luis e a Ana Isabelle
.
.
Aproveito a foto que por gentileza me foi enviada pela Susana Gama, para publicar aqui

Sendo a foto da banda de Bogas, podemos no entanto ver o Joaquim Barata Nunes a tocar o seu contra baixo em primeiro plano á esquerda



A Banda de Bogas de Baixo ainda nos seus tempos aureos na habitual arruada

serà que nao hà?

serà que em Bogas de Baixo nao haverà residentes que tenham internet?
faço esta pergunta pois estamos a ver coisas lindas e interessantes sobre esta linda aldeia e nao consigo ver um comentario vindo de residentes da mesma

o administrador deste blog esta a fazer un trabalho louvavel para gaudio todos nos
simplesmente uns comentarios lhe darão de certeza muito prazer


vamos pessoal de Bogas uns comentarios para o Luis Antunes



Pedro

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Gentes da nossa terra (IX)

Meus carissimos visitantes e amigos;
Mais uma vez vos trago á lembrança gentes da nossa terra
hoje vou mostrar vos uma conceituada familia da nossa terra
dos quais eu me recordo perfeitamente
Quem não ouviu já falar na loja comercial do ti Joaquim Mota?



Pois é verdade aqui o vemos rodeado de toda a familia a sua mulher Maria da Anunciação, dos filhos Anibal, Alfredo e Abilio (estes ultimos ja falecidos) e as filhas Ascenção, Isilda , Maria do Carmo (minha tia) e a Conceição
Como podem ver a foto é antiga e creio que é da era de 40



Depois nesta segunda foto que me foi enviada pelo amigo Anibal Luis nosso conterraneo, podemos ver a Conceição com o seu marido o António da Rochas (já falecido) e seus filhos Isilda , Abilio e o próprio Anibal coautor desta postagem

Como o Anibal espero encontrar mais pessoas que queiram colaborar e dar a conhecer GENTES DA NOSSA TERRA

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Gentes da nossa terra (VIII)

Recebi esta foto antiquissima e quero partilha la com todos os meus amigos e conterraneos

Concerteza que poucas pessoas em Bogas se lembrarão deles mas teem ainda muita familia viva
É uma foto datada de 1933 e nela podemos ver a Dona Carmina Roque falecida aos 39 anos de idade, filha do ti Roque Prior e irmã da ti Laura , ti luís, ti Lurdes,ti Celeste, ti Maria de Jesus Roque.
E o seu marido José das Neves Simão tambem ele falecido muito novo com 35 anos
era irmão do Ti Ventura, ti Artur, ti Manel , ti Luís, Mª da Anunciação, Isaura e Sebastião Simão (falecido muito novo).

Podemos ver ainda na foto seus filhos, o Neves que viveu, casou e faleceu em Macau e a Suzete que casou com o João Neves aos quais ja fiz referencia numa anterior postagem
A Suzete e o João ela professora e ele regente de musica, vivem em Castelo Branco muito felizes
Este casal Carmina Roque e José das Neves Simão segundo julgo saber foram para Lisboa muito novos onde esteve alistado na Policia de Segurança Publica tendo feito parte da sua Banda

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Gentes da nossa terra (VII)

Ainda no final da minha visita a Bogas decidi vir pelo Barreiro para almoçar e conversar um pouco com o nosso amigo e conterraneo Américo Frade
Gentes da nossa terra que procuraram outros locais do nosso país para melhorar o nivel de vida
Vim encontrar a ADEGA DIAS propriedade do Américo e do irmão o Anibal

aqui temos a ADEGA DIAS com petiscos e boa pinga
Situada numa rua da Baixa da Banheira . Barreiro


Não quis perder a oportunidade de assinalar a minha passagem por aqui e assim sendo no acto de beber um copo tiramos uma foto os tres o Américo, o Anibal e eu


A partir daqui fomos almoçar a um restaurante propriedade de um nosso visinho do Descoberto, instalado no estadio da Baixa da Banheira onde tambem esteve o Carlos Alves filho do falecido Acácio Alves nosso conterraneo

PS:-- Meus caros visitantes, amigos e conterraneos, não esqueçam de quando passarem pelo Barreiro __ Baixa da Banheira fazerem uma visitinha á Adega Dias onde podem petiscar , beber um copo com um atendimento personalizado dos irmãos Américo e Anibal Frade

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Gentes da nossa terra (VI)

No seguimento da linha que tomei em postar no blog gentes da nossa terra das decadas anteriores á década de 19(40), hoje quero tambem prestar homenagem a um casal que não vivendo em Bogas, muitos anos seguidos aos domingos se deslocavam á nossa terra para assistirem á missa.
Ou mesmo quando falecia alguem era para Bogas que o transportavam ond e ficava sepultado
Este casal pertence á nossa freguesia da anexa Ladeira


----------------------A Dona Silva e o seu marido Senhor José André------------

Podemos ve los aqui nos tempos aureos do seu casamento, ja se passaram muitos anos

Nesta foto ja rodeados dos filhos
Reconheço pelo menos o Zé Alberto, o Diamantino, a Graça a Anunciação e o mais novo o Albino com a sua noiva no dia do seu casamento



E 56 anos depois do seu casamento, aqui os vemos alegres , sorridentes, sempre enamorados tratando ainda de todos os trabalhos agricolas e do seu pequeno rebanho de cabras, aqui na Ladeira uma anexa da nossa nossa freguesia Bogas de Baixo
para eles o meu grande abraço e os desejos de os continuar a ver felizes por muitos anos

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Mais uma viagem á nossa terra

Havia já algum tempo que não fazia uma viajem que me desse tanto prazer apesar do mau tempo que se fez sentir como me deu este fim de semana
Saí de Faro (Algarve) ás 10 horas da manhã do dia 30 sexta feira .
Almoçamos em Estremoz


Seguimos depois para Castelo Branco onde jantámos e pernoitámos em casa da minha mãe.
No sábado almoçámos e fomos visitar familiares ao Orvalho seguindo depois para a minha linda aldeia Bogas de Baixo


Visitei e conversei com familiares e amigos, matei saudades, estive no café Central, estive no Ponto de Encontro, visitei o Centro de Dia onde pude trocar impressões com alguns dos seus utentes que me parecem muito contentes e felizes
Depois fomos lanchar á Ladeira com familiares

Partimos, era ja bastante noite para Castelo Branco onde jantámos e pernoitámos.n
No Domingo passei pela Ladeira, Maxial, Descoberto e fomos almoçar com o meu amigo João Gomes á Malhada Velha



Entrámos numa tarde de amena cavaqueira com o João e restante familia , pessoas adoráveis

Tivemos ainda tempo para fazer uma visita á Casa do Cogumelo

e partir depois em direção a Bogas d e Cima, Bogas de Baixo, Orvalho e Castelo branco onde hoje segunda feira dia 2 de fevereiro almoçamos e partimos em direção a Lisboa onde me encontro neste momento postando esta mensagem e contamos regressar a casa em Faro amanhã
Conto ainda passar pelo Barreiro para cumprimentar o meu amigo e nosso conterraneo Américo Frade
Foi uma viajem que me deu um prazer enorme por percorrer sitios que me dão muita alegria rever, conversar e confraternizar com familia e amigos (grandes amigos)

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Gentes da nossa terra (V) foi á 5 anos

Passaram 5 anos desde o dia em que publiquei esta mensagem
Hoje dia 1 de Janeiro de 2014, volto a recorda la com saudade, dado que o Adelino acaba de nos deixar, partindo para uma outra vida longe da terra.
Que Deus o guarde a seu lado lá no céu onde as estrelas brilham
Descansa em paz Adelino


No seguimento desta linha de apresentação de gentes da nossa terra , publico hoje tambem uns breves apontamentos de mais um casal por quem eu pessoalmente nutro uma grande amizade



-----------O Adelino e a Gória--------------
Este casal que contribuiu tambem para que a populaçáo de Bogas fosse crescendo, já que da sua relação nasceram 7 filhos dos quais recordo o nome do Antonio, da Maria, da Gloria, do Zé
Manuel, da Fátima, do Anibal, e do Armindo
Peço desculpa s e troquei algum nome ou se me esqueci de alguem corrijam me


É com prazer redobrado que aqui deixo esta recordação de gente de quem gosto muito