Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




sábado, 31 de janeiro de 2009

Gentes da nossa terra(IV)

Mais um casal que as gerações das décadas de 40 e 50 recordam concerteza
A casa do tio António Agostinho era em Bogas a casa dos pobres e visitantes da nossa terra
naquela casa havia sempre um cantinho para albergar quem passava



____________A Tia Salete e o ti Antonio Agostinho______________

Quem não se lembra dos acompanhamentos nos funerais quando ele com a sua voz bem timbrada ditava Pai Nossos e Avé Marias por intenção dos falecidos?

Este casal deixou em Bogas de Baixo e por esse mundo fora uma enorme familia
Filhos
Maria Rosa (falecida) Manuel mendes roque (falecido) Anunciação Mendes Roque, Ana Godinho, Emilia Godinho, Felicidade Godinho; José Agostinho e joaquim Mendes Roque (falecido ainda jovem, quando servia portugal nas fileiras do seu exército)
Concerteza que os netos, bisnetos e trinetos deste simpatico casal devem gostar de recordar os seus entes queridos através desta pagina
com as devidas honras aqui os deixo para vós

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Gentes da nossa terra (III)

É com um prazer enorme que faço esta pequena homenagem a este simpatico casal que todos na nossa terra conhecem



Suzete Piedade das neves e João Dias das Neves
no dia do seu casamento
Depois de uma vida ao serviço das populações ela como professoara do ensino basico com quem eu próprio frequentei a 3ª classe e ele como regente profissional de bandas de musica tendo durante anos estado á frente da nossa Banda Filarmonica
chegou tambem ele a dar me lições de musica e fiz parte da banda numa altura da sua regencia




Podemos ve los aqui 50 anos depois festejando com alegria as suas Bodas de Ouro

coisa dificil de ver nos casais modernos

Mensagem
Para os meus pais com um muito obrigado por estes acontecimentos. Realmente, sou uma privilegiada. Desejo-vos a imortalidade.Adoro-vos.
Carmina Maria.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Gentes da Nossa Terra(ll)

Mais um casamento de longos anos que deu os seus frutos


Este é o casal Ana Godinho e Manuel Antunes (falecido

Este homem que sendo oriundo de Ingarnal - Almaceda, escolheu Bogas de Baixo para namorar, casar e constituir uma familia composta por 5 filhos

Luis Antunes, Salete Godinho, Fernando Antunes, Lidia Godinho e Pedro Antunes

que embora tenham saido da nossa terra ainda muito jovens, jamais esqueceram as suas raizes e sempre que podem fazem a sua visita a Bogas de Baixo para sentir a emoção de visitar o berço que os viu nascer

A ti Ana o ti Manuel e os seus cinco filhos (da esquerda para a direita) o Fernando a Salete o Luis a Lídia e o Pedro

Agora em jeito de comentario

Ora bem;
as palavras custam a vir pois é grande a emoção ver meu querido pai rodeado do fruto de sua passagem neste mundo

pode se dizer que foi um homem trabalhador,honesto,amigo e posso dizer sem reticencias INTELIGENTE

tambem quero aqui deixar umas letras para a juventude(pois penso e espero que alguns jovens passem por este blog)
Amem os vossos pais sem nunca olhar para traz
porque é quando eles ja não estão entre nós que nos apercebemos da grande falta que nos fazem

Mas é a lei da vida e tambem temos de relembrar alegrias tal como a desta foto onde festejamos os 90 anos do MANUEL ANTUNES
e outras ocasiões como as de criança que passei entre castelo branco, bogas de baixo e fojo
visto que a adolescencia ja a passei longe de minha terra e meu pais
É sempre com grande prazer que falo de bogas de baixo mesmo que para além dos familiares pouca gente conheço visto que sai de la muito jovem

ja agora que estou lançado na escrita vou aproveitar o momento de dar parabens a essas pessoas que dirigem e se ocupam de bogas de baixo pelo trabalho e melhorações que fizeram pelos nossos amigos e familiares
Bogas de Baixo é hoje uma linda aldeia(e mesmo situada no interior profundo de Portugal,sempre o foi)

Ja agora que estamos no momento de homenagear, queria fazer também uma homenagem a outro senhor desta terra que se chamava ANTONIO AGOSTINHO, e faço um apelo ao administrador do blog para que consiga uma postagem dele tambem

Passem bem e nunca esqueçam que nasceram em BOGAS DE BAIXO

Pedro Godinho ANTUNES

28 de Janeiro de 2009 10:04

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Gentes da nossa Terra (!)

Em Bogas de Baixo muita gente ilustre muitas familias respeitaveis a gente conheceu e ainda conhece
È o caso das fotos inéditas muito antigas que hoje publico para que todos saibam que nos nossos tempos de criança era salutar viver e sobretudo os casamentos de uma maneira geral felizes eram para toda a vida.

Este simpatico casal



Maria da Anunciação e Manuel Alves (falecido

Que geraram uma grande e respeitavel familia

ILIDIO ALVES ...... HELENA ALVES ..... ACACIO ALVES (falecido).... LUIS ALVES .... SUZETE ALVES .. E.. FATIMA ALVES

A mesma fonte cedeu me ainda algumas fotos que merecem a sua publicação até porque alguem vai até divertir se a olhar esses tempos aureos da juventude



Natalia Dias Gama .... Prazeres Frade ..e.. Helena Alves

Depois ainda dos tempos de juventude de meu pai , podemos ver



António Santos .... Sebastião Simão ..e.. Joaquim Francisco

falecidos tal como o meu pai
mas fica para a posteridade

domingo, 25 de janeiro de 2009

Orvalho em Destaque no Programa Recantos

Despertou me a atenção esta noticia iserida no sitio PINHAL DIGITAL
22-Jan-2009
Oleiros

O Programa Recantos, transmitido pela RTP 2, esteve na freguesia do Orvalho, no passado Domingo (11 de Janeiro), numa primeira abordagem para a realização de um programa dedicado àquela freguesia. Nesta primeira fase realizaram-se filmagens que incidiram sobre a Fraga de Água d`Alta, Parque de Merendas e Miradouro do Mosqueiro e registou-se o testemunho sobre lendas e costumes. Numa fase seguinte, a apresentadora do programa virá ao local e até a gastronomia do Orvalho será lembrada. O programa motiva os telespectadores a "fazerem-se à estrada", por esse Portugal fora, sendo pensado como um guia de descoberta.

Que eu saiba, Bogas de Baixo ali tão perto, com uma optima imagem do PENEDO MOSQUEIRO que tambem é seu património e de Bogas nem uma silaba

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

As Autarquicas ja mexem no Concelho

A intervenção de Leal Salvado marcou o final dos trabalhos da reunião magna de socialistas do Distrito de Castelo Branco.

A um ano das eleições autárquicas, Leal Salvado falou pela primeira vez aos militantes socialistas que estiveram no congresso do PS e não poupou críticas à gestão do PSD na Câmara do Fundão. A dívida global do Município foi o mote para uma intervenção em que quase tudo foi posto em causa. Do endividamento da autarquia aos impostos que os munícipes têm de pagar até ao desemprego, Leal Salvado não poupou palavras para descrever as" sérias dificuldades" por que passa o concelho do Fundão.


Numa intervenção escrita, o candidato do PS à CMF deu conta de um" quadro negro" e de uma "gestão desgovernada" que encaminhou o Concelho do Fundão para os mais elevados índices de desemprego da região e para um custo de vida traduzido no pagamento "dos mais elevados impostos municipais".

A resposta de Manuel Frexes chegou à margem da inauguração do novo lar de idosos da Capinha. À pergunta dos jornalistas sobre as acusações do candidato ao Município, o presidente da CMF começou por desvalorizar a intervenção de António Leal Salvado, mas acabou por esclarecer o candidato quanto ao investimento do executivo PSD na criação de emprego

Para o presidente da CMF a questão do desemprego é um reflexo das políticas erradas do governo de José Sócrates num território onde o PSD faz bandeira das intervenções na expansão do Parque industrial do Fundão ou na criação das áreas de localização empresarial de Silvares e da Soalheira.

Para o presidente da CMF, o candidato do PS vive num mundo de fantasia que o impede de conhecer a realidade das políticas da autarquia do PSD em matéria de impostos para os residentes no concelho.

noticia do Jornal do Fundão

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Passeando .pela .serra .de .Bogas


Iniciamos o nosso percurso em Bogas e fomos até ao Maxial de onde avistamos já uma extraordinaria paisagem serrana
Daqui seguimos por uma estrada que serpenteia pela serra fora por meio de medronheiros estevas e mato rasteiro de repente estamos no Descoberto uma aldeia com lindas casas de paredes xistosas situada no meio da serra
Entretanto andamos uns kilómetros mais e chegamos ao nosso distino Malhada Velha com o intuito de visitarmos a casa do cogumelo, Na antiga escola primária,cedida pela Camara Municipal do Fundão à Pinus Verde(Associação de Desenvolvimento Florestal).Funciona com moderno equipamento um laboratório de produção de semente do cogumelo,principalmente o chamado Pleurote



podemos apreciar os cogumelos em franco desenvovimento

um aspecto da sua forma de desenvolvimento em local proprio

venda directa ao publico devidamente embalados

aspecto de uma visita guiada recebendo a explicação de todo o processo por uma tecnica da CASA DO COGUMELO

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

« AS PÚTEGAS »



Quem não se lembra destes pequenos tuberculos nascidos expontaneamente nos matos pelas redondezas de Bogas?
estas por acaso não são de Bogas mas sim da Malhada
do meu amigo João Gomes , pessoa sempre atenta a estas pequenas coisas

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

OH .. QUE .. SAUDADES..........

Recebi de uma pessoa amiga através de e´mail um texto me que faz recordar os meus tempos de jovem e achei interessante passar aqui no blog em vez de estar a encaminhar para meia duzia de pessoas

De acordo com os reguladores e burocratas de hoje, todos nós que nascemos antes da década de 60, 70 e princípios de 80, não devíamos ter sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebé eram pintadas com cores bonitas,em tinta à base de chumbo que nós muitas vezes lambíamos e mordíamos.
Não tínhamos frascos de medicamentos com tampas 'à prova de crianças', ou fechos nos armários e podíamos brincar com as panelas.
Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes.
Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos e airbags, viajar á frente era um bónus.

Bebíamos água da mangueira do jardim e não da garrafa e sabia bem.

Comíamos batatas fritas, pão com manteiga e bebíamos gasosa com açúcar, mas nunca engordávamos porque estávamos sempre a brincar lá fora.
Partilhávamos garrafas e copos com os amigos e nunca morremos disso.
Passávamos horas a fazer carrinhos de rolamentos e depois andávamos a grande velocidade pelo monte abaixo, para só depois nos lembrarmos que esquecemos de montar uns travões.
Depois de acabarmos num silvado e aprendíamos.

Saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em casa antes de escurecer.
Estávamos incontactáveis e ninguém se importava com isso.
Não tínhamos Play Station, X Box.
Nada de 40 canais de televisão, filmes de vídeo, home cinema, telemóveis, computadores, DVD, Chat na Internet.
Tínhamos amigos - se os quiséssemos encontrar íamos á rua.
Jogávamos ao elástico e à barra e a bola até doía!
Caíamos das árvores, cortávamo-nos, e até partíamos ossos mas sempre sem processos em tribunal.
Havia lutas com punhos mas sem sermos processados.
Batíamos ás portas de vizinhos e fugíamos e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados.
Íamos a pé para casa dos amigos.
Acreditem ou não íamos a pé para a escola;
Não esperávamos que a mamã ou o papá nos levassem.
Criávamos jogos com paus e bolas.
Se infringíssemos a lei era impensável os nossos pais nos safarem.
Eles estavam do lado da lei.
Esta geração produziu os melhores inventores e desenrascados de sempre.

Os últimos 50 anos têm sido uma explosão de inovação e ideias novas.

Tínhamos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade e aprendemos a lidar com tudo.

És um deles?

Parabéns!

Isto, meus amigos é surpreendentemente medonho... E talvez ponha um sorriso nos vossos lábios.
A maioria dos estudantes que estão hoje nas universidades nasceu em 1986, ou depois. Chamam-se jovens.
Nunca ouviram 'we are the world' e uptown girl conhecem de westlife e não de Billy Joel.
Nunca ouviram falar de Rick Astley, Banarama ou Belinda Carlisle, entre muitos outros.
Para eles sempre houve uma só Alemanha e um só Vietname.
A SIDA sempre existiu.
Os CD's sempre existiram.
O Michael Jackson sempre foi branco.
Para eles o John Travolta sempre foi redondo e não conseguem imaginar que aquele gordo tivesse sido um deus da dança.
Acreditam que Missão impossível e Anjos de Charlie, são filmes do ano passado.
Não conseguem imaginar a vida sem computadores.
Não acreditam que houve televisão a preto e branco.
Agora vamos ver se estamos a ficar velhos:

1. Entendes o que está escrito acima e sorris.
2. Precisas de dormir mais depois de uma noitada.
3. Os teus amigos estão casados ou a casar.
4. Surpreende-te ver crianças tão á vontade com computadores.
5. Abanas a cabeça ao ver adolescentes com telemóveis.
6. Lembras-te da Gabriela (a primeira vez).
7. Encontras amigos e falas dos bons velhos tempos.
SIM ESTÁS A FICAR VELHO/A heheheh , mas tivemos uma infância do caraças.


--
Gabriela Martins

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

EXPOSIÇÃO - FOTOGRAFIA E TRADIÇÕES DO GOULINHO

Tendo eu conhecimento deste interessante evento no Blog A Voz do Goulinho não quis deixar de dar tambem o meu pequeno contributo na divulgação do mesmo,trata se de uma EXPOSIÇÃO - FOTOGRAFIA E TRADIÇÕES DO GOULINHO.De 16 a 31 de Janeiro, irá estar patente, na Casa da Cultura César Oliveira, uma exposição intitulada ´FOTOGRAFIA E TRADIÇÕES DO GOULINHO´ da autoria de Carlos Coelho.
Exposição organizada pela Associação Recreativa Cultural e Social do Goulinho e Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que vai ser inaugurada no próximo dia 16, pelas 17 horas em Oliveira do Hospital com o apoio do Sr. Presidente da Câmara Sr. Prof. Mário Alves e na presença do Presidente António Dias.


PS: Aproveito ainda para dar os parabens ás gentes de GOULINHO na pessoa do meu amigo Antonio Assunção

domingo, 11 de janeiro de 2009

Nossos vizinhos e amigos

Em primeiro lugar quero dirigir me ao meu amigo António Assunção, dizendo lhe que me parece que a nossa iniciativa para um convivio de ´Bloguistas da nossa região, me parece que não teve as reações esperadas.
Entretanto continuo a pensar que esta ideia tem pernas para andar.
Cá fico á espera de noticias.

.... Esta é a linda aldeia de Malhada Velha......
Agora quero ainda escrever sobre gentes das nossas aldeias vizinhas
Pela 2ª vez o meu amigo João Gomes da Malhada Velha me incentivou através das fotos que publicou no seu HI5 a escrever sobre o trabalho das gentes da Beira Interior mais concretamente nas abas da Serra da Gardunha
Tal como muita gente da nossa aldeia o João Gomes trata a terra por tu
e faz dela o sustento natural da familia
O João Gomes colheu as suas azeitonas ajudado pela esposa transportou as para o pequeno lagar da aldeia e ele mesmo ajudou a fabricar o azeite
e vou através de imagens explicar todo este processo
e mostrar como s e obtem um purissimo azeite

... colheita da azeitona...



..... aqui vemos ja a zeitona nos panais a ser limpa e preparada para de seguida ser ensacada e levada para o lagar........




Agora podemos apreciar as diversas tarefas dos lagareiros até que o precioso liquido apareça purissimo pronto a ser consumido





A familia Gomes produz ainda para seu consumo proprio quase tudo o que o corpo nescessita.
depois de termos visto como produzem o azeite, podemos ainda acrescentar que faz um bom vinho, produz gostosas batatas,




o feijão é consumido enquanto verde e uma parte seco para guardar e tudo mais o que possam imaginar a ser produzido numa terra bem tratada

..Até o docinho mel o João produz..

Tambem aqui na nossa aldeia de Bogas de Baixo temos algumas familias que como o nosso amigo João Gomes, teem a s suas hortas bem tratadas e embora o nosso antigo lagar esteja em ruinas e nunca mais s e tivesse feito nada para que voltasse a laborar, a nossa terra tambem produz optimo azeite. Qualquer dia pego tambem na HISTORIA DE UMA FAMILIA da nossa terra e mostro vos como em Bogas nada é diferente

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

CONVÍVIO DE BLOGUISTAS

Há alguns dias atrás recebi do meu amigo e nosso colega bloguista da VOZ DO GOULINHO Antonio Assunção, uma sujestão que achei interessante.
Propõe este nosso amigo, encetar contactos com todos os blogues da nossa região com o propósito de fazermos um convivio entre blogues, para confraternizar e trocarmos impressões sobre este passatempo de grande utilidade na divulgação das nossas raizes
Fico a partir de agora á espera dos vossos comentarios e sujestões sobre um evento desta natureza
PS -
Evidentemente que este convite é tambem dirijido a todos os bloguistas de qualquer outra região

Sujestões do local e da forma como devemos realizar este convivio fica á discussão de todos

1º Comentario:
Belissima idéia. Pena que não sou da região.
Mas se fosse seria a primeira a aderir à idéia.
Boa sorte e tomara que consigam reunir a turma toda. Essa comunidade é muito grande. Sabia que existem no mundo 133 milhões de bloguistas e que a cada 24 horas, cerca de 900.000 blogs recebem novos posts.
Abraço e sucesso.
Angel

Caro Amigo Luis já que o amigo agarrou a ideia já estou na divolgação da mesma inclosive vou servir-me da sua apresentação para divolgar o evento espero virmos a ter grande adezão.
um baraço grande
Antonio Assunção
VOZ DO GOULINHO




Rotiv disse...
Olá a todos :)
Obrigado pelo comentário no nosso blog.
Na minha opinião, a iniciativa têm pernas para andar, pena é, eu estar longe por motivos profissionais.
Obrigado pelo convite ;)
De qualquer forma, estou disponível para divulgar a iniciativa no Blogue dos Manteigas, basta para o efeito enviarem o texto para rotivmbl@gmail.com
A minha sugestão, é a própria palavra sugestão, e a forma como está escrita no post ;)
Aguardo novidades :)
http://bloteigas.blogspot.com/