quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Conversa entre amigos de Bogas

José says:
como vai o tempo por aí?
Luis says:
olha quanto ao tempo aqui no algarve continua calor:
embora tenha caído uma trovoada que inundou varios locais
José says:
ainda da para ir a praia?
Luis says:
então não dá....
Luis says:
quem tem vagar ou continua de ferias é uma beleza
José says:
assim esta bem ...aqui também faz calor
Luis says:
eu estive hoje na praia da rocha pq amanhã começa la uma prova de motonautica e hoje eram os treinos
mas deu para ver aquela praia bem frequentada ainda
José says:
no fim de semana passada estive para os lados de hendaye e havia muita gente na praia também
Luis says:
tambem tem boas praias nessa zona ja passei uns dias de férias em Biarritz e foi bom
José says:
é uma zona formidavel, o meu filho esta la a estudar
Luis says:
conheço bem aqueles rochedos aquelas faléss entre hendaye e bayone
á beira MAR claro
José says:
ah sim?
é lindo aquilo, então quando la voltares vens aqui fazer-me uma visita
Luis says:
não sei se voltarei
só se for para levar a minha mae a Tours algum dia onde estão os meus irmãos
de resto não estou a pensar em fazer essa viagem a não ser que seja obrigado
José says:
e porque nao? entao nao gostas ca disto?
Luis says:
epah eu gostar gosto, mas ja se torna cansativa a viajem
tenho irmãs da minha mulher em Cholet e os meus irmãos em Tours
a ultima vez que fui fiquei em Cholet. fui a um casamento de um afilhado meu
fiquei por ai 8 dias mas já cansa para um só a conduzir
Jose :
a mulher não tem carta?
Luis says:
ela nunca quis tirar a carta
uma vez partiu umas videiras ao meu sogro e deu me cabo do carro e já não quis continuar.
Foste ao blog? pus um tradutor para poderem ler na linguagem que escolherem mas acho que aquela coisa traduz muito mal
José says:
sim fui a pouco
Luis says:
e não pasaste isso para frances
José says:
nao
Luis says:
mas podes ler o blog em frances ou noutra lingua qualquer que escolhas
José says:
esta bem, tu és um artista
Luis says:
a nossa conversa não fica la muito bem traduzida..
Luis says:
mas acho que da para entender
José says:
ja irei ver
Luis says:
tu conheces todos os filhos do ti Antonio Santos
José says:
sim conheço e muito bem, fizemos muitas saidas juntos em Paris
Luis says:
o Antonio conheces?
José says:
sim ele contactou-me ultimamente e vi também no blog
Luis says:
deve ser mais ou menos da minha idade eu tambem me lembro vagamente deles
José says:
nao, ele é mais novo que tu, deve estar nos 55 ou nem isso
Luis says:
ia la para casa deles e enchiamos a barriga de ameixas daquelas compridas de uma grande ameixeira que tinham mesmo á porta
Luis says:
então era o Arlindo
eu sei que um era da minha idade, mas havia ainda um mais velho
José says:
devia ser o Arlindo ou Herculano, e o mais velho é o Americo que esta para o brazil que nunca mais la voltou acho
Luis says:
pois parece me que é isso
tambem ha um José la para os lados da Moita que eu cheguei a pensar que eras tu camuflado mas ja sei quem é
é cunhado do meu primo Alfredo
o Zé Marcelo
José says:
tambem tive noticias dele, era tambem um rapaz formidavel
Luis says:
mais ou menos do teu tempo
José says:
sim mais 3 anos que eu
Luis says:
ainda o apanhaste na escola primaria
José says:
sim e bem
Luis says:
e lembras te do primo dele embora mais velho:
o Fernando Marcelo
José says:
o Fernado é irmao dele mas mais novo
Luis says:
não é esse
eu falo do filho do ti Marcelo ,irmáo do Julio Marcelo
José says:
nao me lembro muito dele
Luis says:
pois eu acho que ele foi ainda novo para Angola e nunca mais o vi depois da escola
assim como o Jorge e o irmão Pedro filhos do sr Anibal
José says:
esse sim conhecia bem
Luis says:
era da minha idade , do meu tempo
e a irmã a seguir a ele que não me lembro o nome
a Fatima essa vejo de vez enquando pq vive la em Bogas
José says:
tambem nao estou a ver, sim a Fatima estava casada com o Coelho que ja faleceu filho da tia Ana Roque
Luis says:
A tia Ana Roque era madrinha da minha mãe e o filho era o Aurélio
José says:
ah sim era isso tem dois filhos o Joao e o Anibal
Luis says:
esses eu conheci muito bem também o Egidio e a América que casou no Castelejo
José says:
E há tambem a Alzira,o Egidio mataram-no em angola
Eu gostava de ir ás peras que a ti Ana Roque naquela pereira que estava a cair para a rua mesmo ao cantinho do quintal
José says:
grande pereira
Luis says:
ºnão tenhas duvida
José says:
dava peras para a malta toda
Luis says:
e aquelas jinjinhas ali nas oliveiras,,,
eram da ti Narcisa. Uma beleza
José says:
sim sim
Luis says:
no meu tempo a gente roubava uvas e toda a fruta até melôes e melancias a gente rapinava
José says:
acho que todos nos por la passamos,esse tempo havia la muita fruta por todo o lado
Luis says:
é verdade
José says:
velhos tempos
Luis says:
aquilo esta mais abandonado: é só cimento
José says:
nao ha la quem plante e tome conta das coisas como antigamente
nessa altura bogas era um jardim
Luis says:
bogas durante 11 meses do ano está deserta e entregue á 3ª geração
que ja não tem força para trabalhar a terra como deve ser
José says:
e os novos nao querem travalhar a terra, dizem que esta muito baixa
Luis says:
Lembro me que o meu tio Zé ferreiro, a minha tia Maria Rosa (que Deus lá tenha) a Maria das Dores e muitos mais que não lembro os nomes, eram uns mouros de trabalho
mas tinham as suas hortas lindas e com produtos de alta qualidade
José says:
nessa altura era tudo assim, agora tudo acabou
Luis says:
o meu tio Zé ferreiro, felizmente ainda continua a tratar de alguma terra mas não pode ser muita pq tambem ja não pode
ágora juventude não ha em Bogas, e a pouca que ainda la existe esta virada para outras opções
José says:
la tambem nao ha nada para roer
Luis says:
eu não critico ,os tempos evoluem
José says:
eu tambem nao, é a evoluçao do tempo que faz com assim seja
Luis says:
nalguns aspectos evoluiram depressa de mais
José says:
tambem concordo, mas nao foi no que era mais necessario por vezes
Luis says:
mas ja digo como um amigo meu ( no final esta tudo certo)
José says:
é mesmo
Luis says:
Ainda bem que assim é .Hoje percorremos as ruas de Bogas limpas e sem cheiros nauseabundos como acontecia antigamente
lembras te das estrumeiras espalhadas pelas ruas?
José says:
lembro e bem
Luis says::
A nossa conversa ja vai longa continuaremos noutro dia
Um abraço josé: até á proxima
José says:
Boa noie Luis até outro dia Um abraço

3 comentários:

Cristina S disse...

Ola Luis
Gosto sempre das conversas k o Jose,continuem as nos contar as historias do antigamente.
Apesar de ser muito mais nova k voces,è um prazer.
Beijos p todos

Anónimo disse...

Caro Luis, um abraço cá da serra do açor, estive ausente na minha linda terra, o Goulinho, foi fazer a vendima, mas Luis, este ano foi fraco.
Logo que chegei vi o seu comentario e vi as lindas fotos da sua terra e arredores são muito bonitas e os produtos agricolas são um espectaculo um grande abraço . Antonio Assunção

be disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,