segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Aviso á Navegação

Hoje vou dar largas á minha indignação



As autoestradas são um beneficio enorme que temos vindo a conseguir com o passar dos anos
e após o 25 de abril
Evidentemente que são caras e andam sempre com obras a fazer remendos aqui e acolá
e nós a pagar na mesma sem que tenhamos a comodidade que seria suposto ter
Aqui aplica se aquela maxima de que para receber é á portuguesa mas para pagar
é á europeia
Mesmo assim aconselho todos sempre que puderem. circulem pelas autoestradas. Porque para além
de ser mais rapido e menos fatigante é tambem muito mais seguro.
Numa autoestrada era suposto haver acidentes só causados por gente que não sabe conduzir,
beber muito alcool ou possuir um carro em muito mau estado
Agora se as autoestradas são caras em portagens nada podemos fazer para impedi lo mas sobre a
restauração e cafetaria das autoestradas muito ha para dizer
Aconselho toda a gente que lhe custe ganhar dinheiro que tenha muita atenção
Devem antes de iniciar a viagem abastecerem se de generos alimentares e bebida para
poderem parar em qualquer area de serviço e matarem a fome e a sede a preços justos
Sim porque as cafetarias nas areas de serviço cobram o dobro dos cafés e restaurantes
das outras estradas e deveriam a meu ver cobrar o mesmo
Se as bombas de combustivel praticam o mesmo preço das suas congéneres espalhadas por todo o Portugal
era justo que o mesmo acontecesse na restauração
Abasteçam se em terra e continuem a usufruir das areas de serviço para descansar e piquenicar.


DIRIJO ME AGORA À REDACÇÂO DO JORNAL DO FUNDÂO


è um jornal que leio há muitos anos e sempre o considerei um semanario regionalista
Para mim o melhor do nosso País fundado por um grande fundanense ANTÒNIO PAULOURO.
A cada semana que me cega a casa o jornal do Fundão estou sempre á espera de poder
saber tudo o que se passa no distrito de Castelo Branco especialmente no nosso Concelho
do Fundão.
Fico geralmente desapontado porque sobre Bogas de Baixo nunca vejo nada. Será que não acontece nada na minha terra?
não nasce ninguem? não morre ninguém? não se faz algo de novo na minha terra?
não acredito
Apelo por isso ao Jornal do Fundão que de vez enquando envie um dos seus repórteres dar umas voltas pelo concelho ,
de maneira que passe tambem por Bogas de Baixo
Costuma dizer se : Se Maomé não desce a montanha vem a montanha até Maomé
Escrevam algo sobre a minha terra sempre que possivel

4 comentários:

Teresa Catarino disse...

Olá Luis, que tal você mandar alguns artigos que escreves sobre a Terra para o jornal com as descrições das situações cotidianas atuais ou as mais antigas? Você seria um ótimo porta voz e esse jornal e seus leitores só teriam a ganhar!Pense nisso...

1960 disse...

Boa noite, gostava de saber quem é a Teresa, e digo-te Luis que ela tem razão, em Bogas nunca houve pessoas capazes de dar noticias la da terra, e tu és a pessoa que se interessa mais, continua com força, um abraço.José

Teresa Catarino disse...

Olá Luis! Espero que mais manifestações cheguem e façam com que você se anime com minha sugestão. Não pode haver só filosofia na citação de Maomé, não é mesmo?
Pense com carinho...

be disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,