Recomende este blog

São exactamente as nossas raizes culturais, familiares e sociais que nos distinguem.




terça-feira, 29 de janeiro de 2008

UTENTES DAS URGENCIAS DO FUNDÃO «enganados»)

Câmara marca reunião para sexta-feira


As urgências do Hospital do Fundão foram hoje de manhã substituídas por uma consulta aberta, o que está motivar queixas de utentes.

Apesar das queixas, a administração da unidade de saúde garante que nada mudou e que já antes só eram resolvidas no Hospital do Fundão situações urgentes que pudessem ser tratadas por médicos de família.

Mas os utentes não encararam dessa forma o fim do serviço de urgências, com que se depararam a partir das 8:00. «Fomos enganados. Disseram-nos que era só uma mudança de nome, mas afinal já nenhuma situação urgente é tratada aqui», referia Pedro Serra, que aguardava pelos resultados da observação da filha. "Que continue assim a mentir, logo vê se ganha mais eleições", dizia aquele utente referindo-se ao presidente da Câmara do Fundão, Manuel Frexes (PSD).
Os ânimos exaltaram-se ainda mais com a afixação de um aviso onde se lia que, a partir de agora, a «consulta aberta não se destina a situações urgentes ou emergentes. Estas deverão recorrer ou ser orientadas para os serviços de urgência do Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB)».
«Estamos revoltados. Afinal vai tudo para o Hospital da Covilhã, que com sorte fica a 15 minutos. Isso é perigoso para as aldeias mais afastadas. Já aqui se salvaram muitas vidas nas urgências do Fundão», alertava José António, outro utente.

Isabel Domigues, funcionária do hospital, lamentava que ninguém protestasse, como noutros pontos do país.

A 10 de Dezembro, o presidente da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), o presidente da Câmara do Fundão e os directores do Centro de Saúde da cidade e do CHCB, anunciaram que as urgências fechavam durante a noite (0:00 - 8:00) e durante o dia só mudavam de nome.

Numa conferência de imprensa conjunta, João Pedro Pimentel, presidente da ARSC, acrescentou que o atendimento de casos de urgência «será mais rápido» com a deslocação directa para o Hospital da Covilhã. Por outro lado destacou a instalação de uma nova viatura do INEM na cidade, que está a funcionar desde 22 de Dezembro.



«Durante o dia, continua tudo na mesma», sublinhava Manuel Frexes, presidente da Câmara.

Garantia reiterada hoje pelo presidente do Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB), João Casteleiro. «A capacidade dos serviços no Hospital do Fundão é a mesma», disse à agência Lusa.

«Já quando se chamava urgência, no serviço eram resolvidas as situações possíveis de atender pelos médicos de família do Centro de Saúde» que ocupavam, tal como agora, as instalações do hospital.

«As que ultrapassavam as suas capacidades eram encaminhadas para a Covilhã. E é isso que continua a acontecer», sublinha.

«Compreendemos que as pessoas sintam dificuldade em compreender que as coisas continuem na mesma com a mudança do nome e as normas afixadas. Mas garanto que, durante o dia, nada mudou», acrescenta João Casteleiro.

«As pessoas podem sempre acorrer ao Hospital do Fundão, em qualquer situação, para serem observadas, e depois decide-se para onde são encaminhadas», concluiu.

Para além de darem lugar a uma consulta aberta entre as 8:00 as 0:00, as urgências hospitalares do Fundão passam a encerrar no período nocturno, a partir desta madrugada de quarta para quinta-feira.

Câmara marca reunião para sexta-feira

Confrontada com a situação pela agência Lusa, fonte do gabinete do presidente da Câmara do Fundão, Manuel Frexes (PSD), garantiu que "o serviço está a ser prestado nas mesmas condições que antes. Sem alterações", lamentando que avisos afixados estejam a "incendiar" os ânimos.

"Trata-se de questões de nomenclatura, uma vez que o termo "urgências" implica características técnicas existentes na Covilhã. Mas, na prática, são métodos que já antes aconteciam", garante.

Para sexta-feira, às 12:30, o autarca agendou um encontro com os jornalistas, no seguimento da reunião com João Casteleiro, presidente do CHCB e Neves Costa, director do Centro de Saúde do Fundão.
02-01-2008 Ka/Lusa

FOI ESTA E OUTRAS CONTESTAÇÕES Á POLITICA DE SAUDE DESTE GOVERNO QUE CULMINARAM COM A EXONERAÇÃO DO MINISTRO CORREIA DE CAMPOS
QUE DIGA SE A VERDADE , NÃO DEIXA SAUDADES A NINGUEM
HOJE LIVRAMO NOS DE UM GRANDE PESADELO QUE ERA TER COMO MINISTRO DA SAUDE O sR CORREIA DE CAMPOS
ADEUS E NÃO VOLTE MAIS

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Azeite da Cova da Beira Promovido na Europa

A Confraria do Azeite da Cova da Beira iniciou, ontem, contactos com empresas e instituições europeias para promover o produto, numa iniciativa que inclui a entronização como confrade do presidente do grupo parlamentar europeu PPE-DE. Uma comitiva de 40 pessoas organizada pela Confraria do Azeite da Cova da Beira partiu para Bruxelas para contactos institucionais e comerciais com entidades europeias, explicou, à agência Lusa, Francisco de Almeida Lino, chanceler da confraria.

"Queremos abrir portas aos produtos de azeite da Cova da Beira", sublinhou aquele responsável, referindo que alguns dos contactos vão ser feitos com as empresas fornecedoras de refeições para as próprias instituições europeias. Os produtores de azeite da região, que abrange os concelhos do Fundão, Penamacor, Covilhã e Belmonte têm marcados encontros bilaterais com algumas empresas sedeadas no centro da Europa.

Na quinta-feira, estão previstos contactos com autarcas da região, em Brugges e Gant.

Jornal de noticias
22/01/08

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

A NEVE CAIU EM BOGAS

É verdade
a neve caiu em abundancia na nossa terra mas isto passou se pela ultima vez em 1992
Sei que nesta altura em Bogas de Baixo o clima é bastante frio chove e o vento é forte
as hortas começam a ficar sem hortaliças pq o gelo acaba por queima las
Mas tambem sabemos que isso é habitual nesta época

O que não é realmente habitual é vermos estes cenarios de neve. Embora as fotos não tenham uma grande qualidade porque ja teem uns anos, dão para perceber como a paisagem ficou linda e a nossa aldeia cheia de neve para grande alegria dum conterraneo nosso que em certa ocasião me enviou um comentario dizendo que gostaria de ver neve em Bogas e a Carminda tendo visto esse comentario lembrou se de me enviar estas fotos que eu publico com todo o prazer

Até a torre da nossa igreja que ja era branca mais branca ficou.
O meu obrigado á Carminda por se ter lembrado que tinha estas fotos e as enviou para mim
Façam como a Carminda a Elsa a Susana a Deolinda etc e enviem me as fotos de Bogas de Baixo que acharem interessantes para serem mostradas ao mundo

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

ANÁLISE AO FECHO DAS URGÊNCIAS NO HOSPITAL DO FUNDÃO

A União de Sindicatos de Castelo Branco (USCB/CGTP) vai promover um abaixo-assinado para pedir uma sessão extraordinária à Assembleia Municipal do Fundão sobre o fim das urgências no hospital da cidade, anunciou hoje o coordenador da USCB.

União de Sindicatos promove abaixo-assinado
"O poder político local tem que analisar com urgência qual o impacto do encerramento das urgências e para isso é preciso ouvir a população, os profissionais de saúde e seus responsáveis", justificou o responsável, Luís Garra, aos jornalistas.

"Primeiro acabaram as consultas de especialidade e agora as urgências", realçou o coordenador da USCB, que teme que "pouco a pouco se esvazie o Hospital do Fundão, caminhando para o seu encerramento ou privatização".
Luís Garra falava no final de uma reunião de delegados e dirigentes sindicais no Centro de Saúde do Fundão, depois de ouvir informações prestadas pelos profissionais.

Em várias ocasiões desde Dezembro, os directores do Centro de Saúde e do Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB), bem como o presidente da Câmara do Fundão, têm garantido que as urgências mudaram de nome para consulta aberta, mas o serviço é o mesmo.

A informação é no entanto rejeitada pelos serviços.

"Não há a mesma disponibilidade de meios de diagnóstico, há mais pessoas em ambulâncias para a Covilhã", exemplifica, criticando o pagamento de duas taxas moderadoras.

"Quem for à consulta aberta paga 2,10 euros e se necessitar de ir para as urgências da Covilhã paga 8,20 euros", referiu, contrariando o presidente do CHCB, que garantiu só haver lugar ao pagamento da taxa no Fundão.

Contactado pela Agência Lusa, o presidente do CHCB, João Casteleiro, garante que tal não acontece.

"Acabei de o confirmar: o próprio computador assume a isenção de quem já pagou 2,10 euros no Fundão", disse à Lusa, admitindo que "pode haver má informação".

"É preciso esclarecer que todos os meios de diagnóstico de imagiologia e análises estão disponíveis, como antes, e que um maior fluxo de ambulâncias pode não estar relacionado com mudanças no Fundão", acrescentou.

João Casteleiro referiu ainda que "actualmente são feitas consultas em 14 especialidades no Hospital do Fundão, onde em 2007 foram atendidas 15 mil consultas externas de especialidade".

"Também defendo que é preciso muito cuidado quando se fala em fecho de serviços no interior, sobretudo por causa dos riscos de desertificação. Mas claramente este não é o caso", sustentou.


08-01-2008 Lusa
com estas medidas tambem a população de Bogas de Baixo se já estava mal, pior ficou.
onde é que isto vai parar?

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

IMAGENS DA FOGUEIRA DE NATAL



A Deolinda Silvestre teve a amabilidade de me enviar algumas fotos da fogueira de natal a arder no adro da igreja de Bogas.

Vou publica las aqui para que todos os boguenses e amigos da nossa terra saibam que o natal continua a ser um evento tradicional em Bogas de Baixo

Ao ver mos estas imagens verificamos que o pessoal não arreda pé do largo da igreja passando parte da noite de natal á beira dos madeiros a arder
O natal de 2007 ja passou e agora esperemos que 2008 venha a revelar se melhor que 2007


Para todos eu desejo a continuação de um próspero 2008 que vos traga tudo o que desejaram em 2007 e não obtiveram principalmente saude paz e amor e que acabem com as guerras

terça-feira, 1 de janeiro de 2008

novo ano

ora bem
entramos no ano 2008 espero que seja un ano cheio de saude e alegria para todos os visitantes deste blog
desde ja vou deixar aqui os meus votos de saude e alegria para voces todos e para que o sr luis antunes veja que somos mesmo muitos a visitar o seu blog peço a vpces todos para deixarem aqui atras de mim un comentariozinho para este blog


que o ano 2008 este blog seja ainda mais visitado e apreciado

pedro antunes