sexta-feira, 16 de novembro de 2007

ARTES E SABORES DA MAÚNÇA

Estando em Bogas não podia deixar passar A Festa da Arte e Sabores da Maunça que se realizou na nossa vizinha localidade do Açor
Em Bogas aproveitei para tomar algo na companhia do meu padrinho ali no café PONTO DE ENCONTRO

O Alfredo serviu nos chá e bolos que áquela hora souberam muito bem

Evidentemente que qualquer viajante, turista ou não, que venha a Bogas , poderá sempre que quiser deliciar se com uma ou outra bebida ou mesmo petiscar algo. E tanto poderá optar pelo PONTO DE ENCONTRO como pelo CAFÉ CENTRAL ali logo ao lado



Partindo de Bogas em direcção ao Maxial reparei nas obras de recuperação do Moinho que existia ali para os lados do Ribeiro do Açor onde os meus pais tiveram em tempos terrenos mesmo pegados com o moinho, logo ali a seguir á ponte do Codeçal e fiquei sabendo que este exemplar ainda do meu tempo, vai recomeçar uma vida nova moendo o milho e concerteza outros cereais que ainda se semeiam e criam na nossa terra
As obras já são bem visiveis nesta imagem com a travessia do ribeiro feita através de pontão de cimento



Chegado ao Açor , deparei me com uma grande festa, Chamada festa das Artes e Sabores da Maúnça com magusto para toda a gente que era mesmo muita vinda das terras vizinhas e de varios recantos do nosso país. Muitas tasquinhas repletas de boa comida e bebida, fumeiro caseiro da terra, geropiga e outros licores artesanais, filhós e muitos outros doces.
Eu por exemplo tive o previlégio de comer uma gostosa chanfana e provei o maranho que tambem estava uma delicia.

As fotos não enganam e tambem estes dois videos que vos aconselho a ver as arrudas dos bombos, o magusto, o bailarico e as padeiras metendo o pão no forno vídeos

São estes pequenos grandes promenores que fazem com que as nossa aldeias ganhem outra vida e consigam chamar gente de todo o Portugal a estes eventos
Parabéns ao Açor