sábado, 29 de setembro de 2007

OS PRÓS E OS CONTRAS


Ao chegar a Bogas de Baixo, onde nasci e passei alguns anos da minha infancia , todas as filosofias, metodologias, teorias, snobismos, exibicionismos e outras idiotices terminadas em -ismos caem por terra;distando apenas alguns kms da cidade e a sensação que se experimenta é de total liberdade:
Nesta aldeia, respira-se o ar puro de uma tarde solarenga de Outono, ar que cheira ao canto dos pássaros e as arvores nos oferecem frutos selvagens de sabores exóticos
Mas a vida na aldeia não é um paraíso, entendamo-nos! Também há preocupações: com a falta de água em anos de seca, ou as inundações que destroem muros, hortas e até casas,as sementeiras, as colheitas, o gado. Agora tambem com o problema dos mais idosos não terem as mesmas condições da juventude para se deslocarem aos grandes centros fazer as suas compras, Valha-nos o padeiro ou mesmo o peixeiro que de vez enquando fazem uma visitinha e as pessoas se abastecem, o comércio de aldeia tem que ser por carolice pois os lucros não me parece que cubram as despesas.
Mas há um não-sei-quê naquelas pessoas que, ao Domingo vestem o seu melhor fato para ir à missa, depois de uma semana de trabalho ao sol ou à chuva, que me dá uma sensação de paz interior e de intensa e profunda tranquilidade! Digamos que, para mim, ir à aldeia é poder aconchegar me de novo no colo de minha mãe sem medos, usufruindo do aconchego e do calor protector de seus fortes braços.

Já passaram muitos anos e as recordações não param
É por essa razão que me dá uma sensação de grande regozijo quando escrevo ou leio algo sobre esta linda aldeia perdida nos Vales do rio Zêzere por entre as serras da Gardunha do Moradal e do Penedo Mosqueiro

Um local maravilhoso a não perder de vista

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

A LIBERDADE DOS PEIXES



Meus Amigos achei interessantissimo este tema dos peixes para vos deixar aqui tambem a oportunidade d e verem varios videos sobre esta espécie
Estes certamente não se iriam aguentar nas aguas da ribeira de Bogas mas seria um espectáculo se pudessem.
seria sim senhor....

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

PEQUENOS PRAZERES







Ultimamente muito se tem falado e até escrito sobre a piscina fluvial de BOGAS DE BAIXO

Cada um lá terá as suas razões para criticar ou enaltecer a obra, no entanto é preciso que seja dito que a piscina fluvial a par de outras obras tais como o centro de convivio para idosos, os Wc publicos, o jardim de infancia, o complexo desportivo etc etc, são pequenos (Grandes) prazeres para o dia a dia da nossa população.
Já aqui escrevi sobre isto, mas volto hoje a faze lo, porque recebi do nosso conterraneo Carlos(?) uma série de fotos das quais vou publicar duas para perceberem a ironia do envio das mesmas
pq a acompanhar vinha apenas a frase mal escrita aqui vai as fotos da nossa piscina

De qualquer maneira agradeço o envio das mesmas tiradas em dias de tempestade e é certo que contra a natureza o homem nada pode fazer.
Sempre ouvi dizer: chove no Descoberto cresce a ribeira de Bogas e nestas fotos está a prova de que assim é.
Nada disto terá concerteza a ver com o possuirmos ou não uma piscina fluvial
Não somos os primeiros nem seremos os ultimos a usufruir desse bem.
Embora muitas destas piscinas tanto poderão transbordar por causa de inundações. como ficarem secas por falta de chuva

Os rios e as ribeiras existem porque a chuva cai
e não esqueçam: continuo a contar com a vossa ajuda luantes@clix.pt

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

OLÁ ......... hoje vou deixar aqui um apelo

Como ja devem ter reparado, em pouco tempo de contagem é já visivel o numero de pessoas que visitaram esta pagina
Naturais de Bogas ou não o certo é que teem se interessado pelo que aqui temos vindo a publicar.Ora bem o apelo que eu fazia vem no sentido de que todos os visitantes que sendo ou não naturais de Bogas tenham alguma experiencia vivida em Bogas ou mesmo noutro qualquer lugar por causa de Bogas, não tenham qualquer perconceito em partilharem conosco essas experiencias
Prometemos publica las
Temos tido alguns comentarios e até algumas dicas e fotos enviadas por mail
Queremos continuar a receber cada vez mais

Por isso caros amigos oriundos de Bogas de Baixo ou com raizes nesta terra ajudem nos a manter sempre actual esta pagina
para todos o meu abraço
luantes@clix.pt

terça-feira, 4 de setembro de 2007

E PORQUE NÃO? TUDO PODERIA TER ACONTECIDO


porque sera que la na nossa terra bogas de baixo

nunca os habitantes desta terra puderao servir se deste meio de deslocamento

ou seja o comboio
certamente que muitos nativos de bogas e outras pequenas aldeias ao lado gostariao de ver passar este grande e jeitoso meio de locomoçao
que pensao voces que passao por este blog?
bogas devia ser aldeia con estaçao ferroviaria?






AQUI O VEMOS PERCORRENDO TERRAS DA BEIRA E NÃO MUITO LONGE DE BOGAS DE BAIXO
ESTE É REALMENTE O COMBOIO DA BEIRA BAIXA